Resfriar computador com ventoinha é para os fracos. E a ideia de reduzir a temperatura usando água pode ser um passo na direção certa, mas a Intel está fazendo algo ainda mais radical: ela mergulhou os componentes de servidores em óleo para mantê-los frios.

Ela usa óleo mineral, que não conduz eletricidade (tal como a água), e conduz calor bem melhor que o ar.

Esta é uma ideia maluca que já é usada há anos em gabinetes de PCs – mas parece ser o início em servidores.

E parece funcionar: depois de um ano de testes com o Green Revolution Cooling, a Intel obteve algumas das maiores taxas de eficiência que a empresa já viu. E mergulhar o hardware em óleo parece não afetar sua confiabilidade.

Esta forma de resfriamento permite colocar os componentes mais próximos uns dos outros, já que o resfriamento é mais eficiente – isso economiza espaço. A Intel agora deve criar designs de referência para servidores com óleo, além de placas-mãe otimizadas para imersão. [Data Center Knowledge via Slashdot]

Imagem por Green Revolution Cooling