A invasão vermelha – que a Associação de Discos Blu-ray têm adiado o máximo possível – trará uma onda de Blu barato aos Estados Unidos e ao resto do mundo na forma de Blu-ray players de 99 dólares até o Natal deste ano.

A Associação segurou o envio de Blu-ray pra China sabendo que, quando a tecnologia e o licenciamento fossem disponibilizados aos fabricantes de lá, players sem marca baratos inundariam o mercado, forçando o corte de preços dos players de empresas como Sony, Pioneer e Samsung – que já ficaram bastante infelizes com a velocidade com a qual os preços caíram, dizendo que 399 dólares por um player era uma “pechincha” há pouco mais de um ano. Escuta só esta pérola da Pioneer sobre o porquê deles não investirem no HD DVD: “Por que a Pioneer quereria fazer um aparelho destes quando a Toshiba consegue vender um por 150 dólares?”. Este momento chegará neste Natal.

Não é de todo surpreendente que um ano após eles cruzarem o limiar dos 199 dólares, como aconteceu nestas últimas férias, que eles acabariam caindo para menos de 100 dólares, que é o que prevê Mark Leathan, diretor de marketing da Samsung: que quando os chineses entrarem no mercado, “nós teremos um Blu-ray player de 99 dólares”.

Será que 99 dólares seria o preço de fato do Blu-ray no mercado de massa, já que a economia roubou 200 dólares das suas propriedades mágicas? Puxa, se ao menos eles fizessem alguma coisa sobre o preço dos discos… [Blu-ray via Ars]