Falávamos ontem que o iPad Pro não recebia uma grande atualização desde outubro de 2018 e era provável um lançamento em breve. Só não esperávamos que esse lançamento fosse acontecer agora, em meio a crise do coronavírus. É um anúncio discreto, mas está aí: a Apple revelou o seu novo modelo de iPad Pro.

O destaque fica para o conjunto de câmeras renovado, que conta agora com uma lente ulta-wide com sensor de 10 megapixels e um scanner LiDAR para leitura de profundidade – além do sensor principal convencional de 12 megapixels. O tablet é capaz de fazer gravações em 4K e a companhia adicionou ainda um microfone com “qualidade de estúdio”.

A Apple destaca em seu anúncio que o iPad Pro é o “melhor dispositivo para realidade aumentada”. O scanner LiDAR faz a leitura de objetos que estão até 5 metros de distância e funciona para ambientes internos e externos. Esse tipo de sensor, inclusive, tem a mesma tecnologia utilizada em carros autônomos – ele funciona ao medir as propriedades da luz refletida pelos objetos e calcular sua distância e profundidade.

Novo iPad Pro e suas capacidades de realidade aumentada

Os aplicativos que usam o ARKit se beneficiam automaticamente do sensor e responderão mais rápido às leituras. A Apple exemplifica que o seu aplicativo de Medidas, por exemplo, vai permitir calcular mais rapidamente a altura de uma pessoa, por exemplo.

A tela ainda é a Liquid Retina (LCD) e parece que vai demorar mais um tempo até que adotem a tecnologia de mini-LEDs que vem sendo ventilada há alguns meses. Há opções do iPad Pro de 11 e 12,9 polegadas – ambas com taxa de atualização de 120 Hz.

O produto virá com o processador A12Z Bionic que, segundo a empresa, é mais veloz do que a maioria dos laptops Windows e é capaz de lidar com todos tipos de tarefas pesadas, incluindo a edição de vídeos em 4K.

iPad Pro e o novo Magic Keyboard

Junto com o novo iPad Pro, a Apple anunciou uma nova geração do Magic Keyboard. Ele se conecta magneticamente ao tablet e tem uma dobradiça que permite ajustar a altura da tela em até 130 graus. É quase um acessório obrigatório se você quiser usar o iPad Pro como um substituto do notebook. Ele tem retroiluminação e um trackpad, o que nos leva a uma novidade a nível de software. O iPadOS 13.4 agora oferece suporte à trackpads – em vez de um cursos tradicional de computador, o usuário verá uma bolinha que indicará a posição do toque.

O novo iPad Pro já está disponível na Apple Store online. A versão de 11 polegadas começa em R$ 8.499 e o modelo de 12,9 sai a partir de R$ 10.499 – para os modelos com 128 GB de armazenamento.