A Apple está preparando uma nova atualização mirando quem costuma comprar iPhones usados ou recondicionados. A partir da versão iOS 15.2, o aparelho vai apresentar um histórico de reparos — incluindo se as peças trocadas são de fato genuínas.

Antes, os dispositivos apenas alertavam os usuários sobre a presença de peças desconhecidas. Agora, o sistema informará não apenas a data e hora da manutenção do aparelho, mas também se as peças instaladas no aparelho foram projetadas, testadas e fabricadas pela Apple.

A novidade estará disponível na seção “Sobre”, que aparece ao selecionar a opção “Ajustes” e, em seguida, a opção “Geral”.

Se o serviço de manutenção for feito com peças e ferramentas genuínas da Apple, o usuário verá um “Peça Genuína da Apple” ao lado dela. Para ter mais acesso sobre a data do conserto, basta clicar em “mais informações”.

Por outro lado, a mensagem de “peça desconhecida” aparecerá se a instalação dela estiver incompleta, se for genérica, já tiver sido usada/instalada em outro iPhone ou não esteja funcionando como o esperado. Essas mensagens não impedem o usuário de utilizar o iPhone.

Caso o dispositivo não tenha passado por algum conserto ou substituição de componentes, a aba de peças e histórico de serviço não aparecerá.

Avisos diferentes

Segundo a Apple, o aviso de peças genuínas será diferente em cada aparelho. Para os modelos iPhone XR, XS, XS Max ou mais novos, incluindo o iPhone SE (2ª geração), usuários poderão saber apenas se a bateria foi substituída.

No caso do iPhone 11, dará ter informações sobre a troca de telas e baterias. Já no iPhone 12 e iPhone 13 — além da bateria e tela — também será possível ter informações sobre a substituição da câmera.