Depois de anos sem atualizar o iPod Classic, a Apple o retirou de sua loja em setembro. Com isso, a empresa acabou com o último produto que tinha uma click wheel em vez de touchscreen. Mas por que ele teve que morrer? Tim Cook explica o motivo.

>>> Descanse em paz, click wheel: uma história visual dos iPods

Na conferência WSJ.D Live, o CEO da Apple disse que o motivo é simples:

Nós não conseguimos mais as peças. Eles não fazem mais. Nós teríamos que criar um produto totalmente novo… o trabalho de engenharia para fazer isso seria enorme. E o número de pessoas que quer um [iPod Classic] é muito pequeno.

O maior diferencial do iPod Classic era seu disco rígido de 160 GB. Acreditava-se que o iPod Touch ganharia uma versão de 128 GB antes que o Classic fosse descontinuado, mas isso não aconteceu. (Só o iPhone e iPad estão disponíveis nessa capacidade de armazenamento.)

Cook explicou a morte do iPod Classic ao responder uma pergunta da plateia, onde um cara disse ter 40.000 músicas em sua coleção pessoal. A menos que a Apple lance iPods com mais espaço, ele provavelmente continuará girando a click wheel de algum modelo antigo.

No terceiro trimestre, foram vendidos apenas 2,6 milhões de iPods – Touch, Shuffle, Nano e Classic – o que representa queda de 25% em um ano. [Wall Street Journal, Engadget e MacRumors]