A primeira esposa do ex-presidente Donald Trump, Ivana Trump, morreu nesta quinta-feira (14) aos 73 anos. A causa da morte não foi divulgada pela família.

“Estou muito triste em informar a todos aqueles que a amavam, que são muitos, que Ivana Trump faleceu em sua casa na cidade de Nova York”, disse o ex-presidente em um post na sua rede social, Truth Social. Eles foram casados de 1977 a 1992.

Ivana Marie Zelníčková Winklmayr nasceu na República Tcheca em 20 de fevereiro de 1949. Ela era esquiadora olímpica e modelo antes de se mudar para os Estados Unidos. Mesmo após o rompimento, ela foi uma voz de apoio à candidatura do ex-marido para a presidência.

Ivana e Trump tiveram 3 filhos, Donald Jr., Ivanka e Eric. A separação foi conturbada e foi amplamente noticiada por tabloides americanos, já que o ex-presidente tinha um caso com a atriz Marla Maples — com quem Trump foi casado por 6 anos.

A separação inspirou a comédia filme “O Clubes Das Desquitadas” (1996), que conta a história de três mulheres que foram trocadas por parceiras mais jovens. Após a morte de uma delas, elas se unem para se vingar do ex financeiramente.

A socialite fez uma participação no longa, sem interpretar nenhum personagem. Na cena, quando perguntada sobre como não ficar com raiva do ex, ela dispara a frase clássica: “Querida, não fique brava: fique com tudo!”. A participação teria enfurecido Donald Trump.