Em vez de dormir, Dave passa a noite em claro lendo blogs. Algo bizarro ocorre (“bebida energética é derramada sobre o computador?”), e de repente ele é digitalmente transportado para a internet, como Flynn em “Tron”.

Assim começa o “jogo de adventure abortado” que o fotógrafo David Friedman certa vez planejou fazer usando o Adventure Game Studio, software que permite criar games point-and-click similares a títulos consagrados da década de 1990, como os das séries Monkey Island e Sam & Max e as obras-primas Day of the Tentacle e Full Throttle.

Infelizmente, Friedman desistiu do projeto quando percebeu que seu desenvolvimento “tomaria muito mais tempo (e provavelmente habilidade)” do que ele tinha. Isso foi há alguns anos. Recentemente, o fotógrafo se deparou com os esboços do game, escaneou alguns deles e publicou-os em seu ótimo blog Ironic Sans.


O objetivo de Dave é voltar à sua casa, e em sua missão ele passa por lugares como BlingBling, Dig, PooTube, Slashbot e Huff’n’Puff Post. Isso depois de falar com Clippy, o desgraçado assistente de ajuda do Microsoft Office.

O roteiro é cheio de sacadas geniais, mas ao que parece Friedman desistiu da ideia antes mesmo de imaginar como o Gizmodome entraria na história. Uma pena.

[Ironic Sans]