Para provar o poder de seu navegador, o Google decidiu eliminar parte da produtividade da humanidade. Os reis da buscaanunciaram uma versão especial e gratuita do joguinho de passarinhos voadores da Rovio direto no Chrome. Angry Birds na Chrome Web Store, só para provar que tudo é possível.

Anunciado hoje na conferência do Google para seus desenvolvedores em San Francisco, a nova versão de navegador do Angry Birds é uma prova de quão longe o browser do Google chegou em tão pouco tempo. De acordo com Sundar Pichai, vice-presidente sênior do Chrome, o Angry Birds no web browser não seria possível há um ano. Com velocidade de renderização gráfica dez vezes maior do que as versões anteriores, o Chrome de hoje tornou a ideia possível.

Como a versão atual do Safari também é capaz. Já a versão mais moderna do Firefox não aguenta. E ninguém mais usa o Internet Explorer, então nem nos preocupamos com isso.

A versão gratuita do Angry Birds traz o primeiro nível do jogo, o Poached Eggs, além de uma série de fases exclusivas para Chrome. Você pode instalá-lo por meio da Chrome Web Store ou acessar direto o site chrome.angrybirds.com. Ele roda muito bem e, como um bônus, faz cache para jogatina offline.

Agora com licença que eu vou matar alguns porquinhos. [VentureBeat]