O Kaspersky Labs, um grupo de cibersegurança baseado na Rússia, recentemente conseguiu a patente para um antivíris via hardware, um aparelho que procura mater o seu computador seguro através de um elemnto físico conectado ao seu hard drive, abaixo do acesso ao rootkit.

Software sempre pode ser comprometido, e a solução proposta pelos gênios loucos da Kaspersky é colocar no seu computador um antivírus que chegue mais fundo do que os vírus conseguem atingir. Eis o aparelho, da forma como foi explicado na patente:

Um sistema de AntiVírus (AV) baseado em um módulo AV implementado via hardware para cura de sistemas de computadores infectados e como método de atualização de bancos de dados AV para cura de sistemas infectados. O sistema AV baseado em hardware fica localizado entre um PC e um dispositivo de disco. O sistema AV baseado em hardware pode ser implementado como um dispositivo em separado ou pode integrado em um controlador de disco. Um método de atualização dos bancos de dados AV usa um método de duas fases. Primeiro, as atualizações são transferidas de um utilitário confiável para um setor de atualização do sistema AV. Depois, as atualizações são validadas dentro do sistema AV e os bancos de dados AV são atualizados. O sistema AV tem a sua própria CPU e memória, que podem ser usadas em combinação com a aplicação AV.

Como algumas pessoas já notaram, a falta de acesso à rede por parte do dispositivo significa que ele precisa ser atualizado via software, de algum jeito. Software este que invariavelmente seria tão suscetível a ataques quanto qualquer outro.

Ainda assim, a ideia de ter um pequeno escudo instalado fisicamente no meu HD definitivamente passa a sensação de segurança. E provavelmente seria bem menos irritante que o meu antivírus atual. [PC Mag via CrunchGear]