Em setembro, a Amazon anunciou o Kindle Voyage: um leitor de e-books com tela iluminada de enormes 300 DPI que parece papel. Agora, a Kobo responde com o Glo HD: ele tem a mesma densidade de pixels, porém é mais barato.

O Kobo Glo HD será lançado por US$ 130 em dez países – o Brasil não é mencionado. O Kindle Voyage, por sua vez, custa US$ 200.



E o que ele oferece? Em um leitor de e-book, há três fatores fundamentais: a tela, a experiência de uso e o acervo de livros. No Glo HD, temos uma tela e-ink de 6 polegadas com 1448 x 1072 pixels que promete “a experiência mais próxima de papel impresso”.

Ela também possui iluminação ComfortLight embutida. Durante a leitura, você pode escolher entre 11 tipos de fontes e 48 tamanhos.

Kobo Glo HD (2)

O Glo HD tem um processador de 1 GHz – assim como o Voyage – para virar as páginas mais rápido. Ele possui 4 GB de armazenamento, o suficiente para até 3.000 livros digitais, mas não há entrada para cartão microSD.

E a bateria, claro, dura bastante: a Kobo estima dois meses de uso com uma só carga – ou menos, se o Wi-Fi estiver ligado. São 9,2 mm de espessura e 180 g.

Kobo Glo HD (1)

O Glo HD pode exibir qualquer livro em formato ePub, seja vendido na loja da Kobo (4,7 milhões de títulos), na Livraria Cultura (1,5 milhão de títulos), no Google Play ou em qualquer outra.

Essa é uma diferença em relação aos Kindles, que são feitos para o formato proprietário da Amazon. (É possível colocar ePubs no Kindle, mas você precisa convertê-los usando o programa Calibre.) A outra diferença é a ausência do ajuste automático de brilho encontrado no Voyage; e não há opção com 3G, só Wi-Fi.

No entanto, o maior diferencial do Voyage é a tela, e a Kobo alcançou a mesma densidade de pixels. Só falta saber quando ele chegará ao Brasil: a Livraria Cultura diz ao Gizmodo Brasil que há expectativa de lançá-lo no país, mas os detalhes (preço e disponibilidade) ainda não foram definidos.

Por enquanto, a Cultura vende cinco modelos diferentes da Kobo, com preços variando entre R$ 299 (Touch) e R$ 799 (Aura H2O). [Kobo via TechCrunch]

Imagens por Kobo