O leilão da faixa dos 700MHz para o 4G deve acontecer entre abril e maio do ano que vem. A informação veio do presidente da Anatel, João Batista de Rezende.

Atualmente, as redes 4G que operam no Brasil usam a frequência de 2,5GHz, que foi leiloada no ano passado. Desde então a Anatel planeja o leilão da faixa dos 700MHz – muito desejada por operadoras e que atualmente é usada por canais de TV aberta e aos poucos vai sendo liberada.

O edital para o leilão ainda vai para consulta pública e deve ser votado em dezembro – e é possível que ele seja adiado, principalmente lembrando que há três meses a Anatel disse que o leilão ocorreria entre março e abril.

O 4G ainda é bem limitado no Brasil. Algumas poucas cidades do país já contam com oferta de LTE e, até o final do ano, todas as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 devem oferecer o serviço. Mas antes de levar o 4G ao Brasil inteiro ainda é necessário popularizar o 3G.

A Anatel está confiante de que as operadoras conseguirão massificar a oferta de internet 3G mais rápido do que o esperado – há estudos para antecipar a meta original, de 2017, para um ou dois anos antes. Assim, entre 2015 e 2016 o Brasil inteiro deve ter cobertura 3G – cerca de 1.500 municípios do país ainda não contam com o 3G. E, em relação ao 4G, a meta da Anatel é que o país inteiro tenha redes LTE até 2019 – mas há a possibilidade de antecipar em um ano e o Brasil inteiro estar no 4G já em 2018. [Folha, G1]