O Google anunciou um novo recurso para o Assistente. Ele permite que qualquer pessoa em um determinado grupo de família do Google receba um “lembrete atribuível”. Segundo a empresa, isso pode incluir desde tarefas a serem feitas até mensagens de apoio.

Em teoria, isso parece ótimo. Mas, leitor, eu tenho algumas preocupações.

De acordo com o Google, para utilizar o recurso você precisa chamar o Assistente e, em seguida, informar o nome da pessoa e o comando a ser atribuído (por exemplo, “Ei, Google, lembre a Sam de pegar um café a caminho de casa”).

O Google está promovendo isso como um recurso benéfico para famílias e lares. Os lembretes também podem ser baseados em localização e tempo, de modo que seu assistente enviará um alerta quando um destinatário chegar a um local específico ou a uma hora específica.

“Os lembretes atribuíveis no Assistente do Google ajudam as famílias e os colegas de casa a colaborarem entre si e se manterem organizados em casa ou quando estiverem na rua”, diz um blog post do Google sobre o novo recurso. “Isso significa que agora você pode criar lembretes para o seu parceiro ou companheiro de quarto sobre tarefas como fazer o supermercado, pagar uma conta recorrente, levar o cachorro para passear — ou enviar uma mensagem de encorajamento quando eles mais precisam”.


GIF: Google

Deixe-me apenas começar dizendo que ninguém — e eu realmente quero dizer ninguém — gosta de ser cobrado de alguma tarefa que ainda precisa fazer e que provavelmente já sabe que precisa ser feita.

Isso se aplica especialmente a colegas de quarto, que eu acho que na maioria dos casos provavelmente prefeririam não ser lembrados de forma passiva-agressiva por robôs que eles estão devendo dinheiro ou que precisam completar suas tarefas.

E até mesmo a ideia de “mensagem de encorajamento” do Google (por exemplo, “Ei, Google, lembrar a Mary de que ela se sairá bem no exame de amanhã”) é um pouco estranha.

Claro que receber algumas palavras gentis em um dia estressante é ótimo, mas será que não seria melhor ouvi-las diretamente de um ser humano — seja pessoalmente ou até mesmo por texto — em vez de uma notificação por push? Quem quer ter a sensação de que uma mensagem de apoio poderia ter sido esquecida pelo remetente se ele não tivesse um robô para lembrá-lo?

Mas, veja bem, eu não estou dizendo que não há aplicativos perfeitamente razoáveis ​​para esse recurso. Lembrar coisas é difícil! Mas, caramba, vamos mesmo falar com nossos próprios familiares ou colegas de casa no futuro? O aborrecimento pré-programado parece exatamente o tipo de coisa que talvez não devêssemos convidar para nossas casas, sabe?

Como observado pelo PC World, o recurso é limitado para pessoas que estejam no mesmo grupo de família do Google ou tenham contas associadas ao mesmo smart speaker de uma residência. Além disso, caso essas notificações se tornem insuportáveis, você pode bloquear as pessoas de enviarem os lembretes.

De qualquer forma, o Google diz que o recurso será lançado nas próximas semanas, por enquanto em inglês, em Smart Displays e celulares na Austrália, no Reino Unido e nos Estados Unidos. A empresa disse que o recurso de lembretes chegará ao Google Nest Hub Max em meados de setembro.

Ok, Google, lembre-me quando eu conseguir acesso a esse recurso de desligá-lo imediatamente.