A Lenovo é conhecida por sua linha de laptops Yoga que se dobram para virar tablet. E se a Lenovo aplicasse a mesma ideia a seus tablets? Ela criaria o Yoga Tablet, anunciado hoje.

Há três modos: “hold mode”, para segurá-lo com uma só mão; “stand mode”, para deixá-lo em pé; e “tilt mode”, para deixá-lo inclinado em uma superfície.

Dois elementos do design permitem alternar entre os modos. Primeiro, há um pequeno kickstand embutido na traseira, que deixa o tablet em pé, ou o deixa mais inclinado se você deitá-lo na mesa.

yoga tablet gizus (2)

Segundo, há um cilindro que muda a distribuição do peso, dependendo de como você usar o tablet. A Lenovo promete que isso o torna mais fácil de segurar, e segundo o Gizmodo US, esse design ajuda mesmo:

Pode parecer que seria estranho segurá-lo, mas no nosso tempo limitado com o tablet… ele é extremamente confortável. A barra da bateria não só oferece uma boa aderência com uma só mão, como também coloca a maior parte do peso do tablet na palma da mão – é uma qualidade super útil de se ter, especialmente no modelo de 10 polegadas.

Isto lembra um pouco o Sony Tablet S de 2011: ele tinha um design inspirado em uma revista dobrada, e uma das extremidades era mais pesada, facilitando segurá-lo na mão. No entanto, ele era muito grosso. A Sony refinou o design no Sony Xperia Tablet S, reduzindo a dobra, mas acabou desistindo da ideia nos tablets seguintes. Parece, no entanto, que a Lenovo se interessou.

YogaTabletwithMagazine

Há duas versões do Yoga Tablet: uma com tela de 8 polegadas, e outra com 10 polegadas. Ambas possuem resolução de apenas 1280×800 – assim fica mais fácil garantir 18 horas de bateria. Na frente, há alto-falantes com som Dolby. Os dois tablets chegam a até 3mm de espessura, e pesam 399g (8″) e 612g (10″).

Por dentro do corpo de alumínio, encontramos um processador MediaTek quad-core de 1,2 GHz, 1 GB de RAM, e opções de 16 ou 32 GB (expansíveis via microSD). Também há câmera traseira de 5 megapixels, mais uma câmera frontal de 1,6 MP. Há versões 3G e Wi-Fi. Os tablets rodam Android 4.2 personalizado pela Lenovo.

Com essas especificações, é de se esperar que eles não custem muito. De fato: o modelo de 8″ custa a partir de US$ 249; a versão de 10″ sai a partir de US$ 299. O tablet maior ainda possui um acessório de teclado Bluetooth, que se prende magneticamente e protege a tela; ela custa US$ 69. A Lenovo informa que ainda não há previsão de lançamento no Brasil.

yoga-tablet-keyboard-panel

A Lenovo também aproveitou para anunciar que Ashton Kutcher, ator e investidor do Vale do Silício, é o mais novo “engenheiro de produto” da empresa. Durante a parceria, que deve durar mais de um ano, Kutcher irá trabalhar com equipes de engenharia ao redor do mundo não só para ajudar no marketing, como na criação de tablets Yoga, incluindo “design, especificações, software e cenários de uso”.

Kutcher tem interesse em tecnologia há anos. Além de estrelar o filme jOBS, ele cofundou o A-Grade Investments, que aplicou capital de risco em empresas como Flipboard, Foursquare e Spotify. Ele até apostou no Skype antes de a Microsoft comprar o serviço por US$ 8,5 bilhões! Ele entende de negócios, mas será que ele entende de produto? É o que (talvez) veremos nos próximos meses.

kutcher-lenovo

yoga tablet gizus (3)

yoga tablet gizus (1)

yoga tablet gizus (4)

Atualizado às 10h28