A LG foi processada no Brasil por vender a TV LCD Time Machine com defeito de fabricação. O defeito afetava a fonte e o capacitor, e a LG cobrava "valores na casa das centenas de reais" pelo conserto. Segundo o processo judicial, a LG sabia do defeito. Depois que a Justiça do Rio de Janeiro obrigou a LG a substituir unidades defeituosas da Time Machine, a empresa voltou no tempo e fez um recall.

Segundo a LG, o defeito nos capacitores faz a TV desligar automaticamente, e o defeito na fonte impede que a TV seja ligada novamente. Com o recall dos 66.000 aparelhos, fabricados entre dezembro de 2007 e novembro de 2008, a empresa deve consertar a TV sem custo para o consumidor e reembolsar os clientes que haviam pago pelo conserto. No acordo com a justiça, a LG se compromete a fazer isso inacreditavelmente rápido. Do site do MP-RJ:

Pelo ajuste, a LG Amazônia põe à disposição dos consumidores um número exclusivo de SAC, que garantirá o agendamento da visita de um técnico, devidamente identificado, em até 24 horas depois da ligação.

A empresa compromete-se, ainda, a reparar o televisor, em até 48 horas, a contar da visita, prioritariamente na casa do cliente. Caso isso não seja possível, o aparelho será levado para a assistência técnica, tendo de ser devolvido, consertado, no mesmo prazo.

Se você tem uma Time Machine, entre em contato com o SAC da LG e consulte o artigo do G1 para obter mais informações. [G1]