Se você achava que os grandes filmes comerciais eram a única forma de entretenimento que recorre a truques publicitários grandiosos para promoção, enganou-se: essa estratégia também é vista na literatura. O novo suspense de James Patterson, Private Vegas, além de ser disponibilizado na forma de mil cópias digitais que se autodestruirão depois de 24 horas, haverá também uma versão especial física com o mesmo prazo de validade.

Leitores mais lentos ou que se distraem facilmente terão que esperar pela versão normal (e permanente) do livro, disponível lá fora a partir de 26 de janeiro. Os mais ávidos, porém, terão a chance de conseguir uma das cópias autodestrutivas uns dias antes do lançamento oficial.

Mas será apenas um sortudo, um rico sortudo que terá a chance de comprar a única edição física do livro com o mecanismo de autodestruição, que conta até com aquele contador regressivo clássicos dos filmes de ação. O problema é o preço por um treco que 24 horas mais tarde deixará de existir: US$ 294 mil. O livro vem autografado, mas quem se importa se isso também será incinerado com o resto do livro? Pelo menos a viagem e o jantar privado com o autor, ainda que quase tão efêmeros quanto a própria edição especial, estão no pacote. Ou pelo menos assim esperamos – ninguém ainda sabe ao certo se o autor e a refeição do tal jantar também têm mecanismos de autodestruição. [SelfDestructingBook.com via Taxivia Mashable]