Um bando de macacos atacou um laboratório de pesquisas na Índia e levou amostras de exames de sangue que haviam sido coletadas de pacientes com COVID-19.

A agência de notícias Reuters relata que o roubo realizado pelos macacos aconteceu em um campus de uma universidade na cidade de Meerut. Os animais atacaram um técnico de laboratório que trabalhava na faculdade e roubaram diversas amostras de sangue antes de escaparem.

Um vídeo posterior mostrou um dos macacos com as amostras na mão, colocando-a em sua boca, conforme uma reportagem do Times of India.

“Os macacos pegaram as amostras de sangue de quatro pacientes com COVID-19 que estão sob tratamento e fugiram […] tivemos que fazer a coleta de sangue novamente”, disse S. K. Carg, uma das autoridades da faculdade, segundo a Reuters.

Macacos agressivos na Índia não são novidade. Essas populações de primatas não se incomodam com o contato humano e muitas vezes vivem de restos de comida dados pelas pessoas.

Porém, os lockdowns implementados na Índia têm levado a mais invasões de macacos em espaços que antes estavam lotados de humanos.

Algumas pessoas na área também estão preocupadas que os macacos estejam se tornando mais agressivos devido à fome, já que eles não estão mais sendo alimentados pelos humanos, de acordo com a Sky News.

Não está claro se esse roubo pode colocar os macacos em perigo. Experimentos de laboratório têm mostrado que é possível que algumas espécies de macacos sejam infectadas com o coronavírus e subsequentemente desenvolvam sintomas similares ao que vemos nas pessoas. Mas isso não significa que esses macacos seriam infectados por mastigar amostras, mesmo assumindo que eles foram expostos ao vírus vivo.

Mesmo assim, 2020 se parece cada vez mais com um cenário de filme de terror.