O interminável ano de 2016 aparentemente está chegando ao fim. Para entrar no ritmo das retrospectivas, resolvemos falar também dos apps que cada um dos jornalistas do Gizmodo Brasil mais usaram. Abaixo, vai a seleção do Felipe Ventura:

Os melhores apps que usamos durante o ano de 2016 (parte 1)
Os melhores apps que usamos durante o ano de 2016 (parte 2)

Computador remoto

unnamed

Este app do Google permite que eu acesse meu computador principal mesmo se estiver na rua ou viajando. Basta usar uma extensão no Chrome, e eu consigo jogar no Dropbox um arquivo que esqueci na área de trabalho, fechar um post que eu estava editando para outra pessoa mexer nele, e mais.

Download: Chrome Remote Desktop (grátis) para iOS, Android e Chrome

divisoriagizmodo

Pushbullet

unnamed2

O Pushbullet causou polêmica no final de 2015 ao cobrar por recursos que antes eram gratuitos. Isso irritou muita gente, mas eu não deixei de usar o app por causa disso. Sim, a área de transferência universal – copie um texto no computador, e cole no smartphone – faz falta às vezes (ela está no Pro, que custa US$ 5 mensais), mas a sincronização de notificações entre meu PC e meu Android funciona bem e me é essencial.

Download: Pushbullet (grátis) para Android e iOS

divisoriagizmodo

SwiftKey

O SwiftKey é, há muitos anos, meu teclado virtual favorito no Android. Eu já testei vários outros – o teclado do Google/Gboard, Fleksy, Minuum – mas sempre volto para o SwiftKey. Além de ser bastante personalizável, ele simplesmente consegue prever melhor o que estou tentando digitar. Espero que a previsão de digitação por redes neurais – lançada em 2015 – seja um dia oferecida para o idioma português também. Será que a Microsoft ouvirá meus apelos?

Download: SwiftKey (grátis) para iOS e Android

divisoriagizmodo

Tasks

Alguns apps me acompanham há muitos anos e, mesmo mantendo um visual antigo e não recebendo atualizações, ainda são presença essencial em meu smartphone. Um deles é o Tasks, que sincroniza itens guardados no Google Tarefas, serviço embutido no Gmail.

Ele é ótimo para guardar notas curtas (não curto o Google Keep); para anotações longas, eu uso o OneNote (não curto o Evernote). A empresa desenvolvedora do Tasks – também responsável pelo app de alarme Timely – foi adquirida pelo Google no início de 2014.

Download: Tasks (grátis) para Android

Foto por Bojan Pavlukovic/Flickr