Apesar de estar perto de completar 12 anos, o MercadoLivre parece ter entrado em seu ápice nos últimos anos: só em 2010, mais de 96 milhões de anúncios foram publicados em toda a América Latina — em 2009, foram pouco mais de 53 milhões. O crescimento se dá por conta do aumento de confiança dos usuários no sistema (que ampliou a punição aos caloteiros nos últimos anos) e o foco maior em vendas diretas, diminuindo a imagem de “site de leilões”.

Agora, o site é como uma grande feira, um lugar centralizado para encontrar quase tudo o que você imaginar — usado ou lacrado. Nos tempos áureos em que mais usei o site, acabei comprando várias fitas de Super Nintendo e revivendo minha jogatina 16 bits, além de alguns LPs difíceis de encontrar. E vocês? Dentre este meio bilhão de anúncios, qual a compra mais estranha (ou cara!) que você fez no site?