Favela não tem que ser sinônimo de violência e ignorância e, pensando nisso, a ONG Gerando Falcões está fazendo história por ser tornar a primeira organização não governamental a entrar no metaverso para mostrar tudo de bom que uma favela pode ser e ter.

O metaverso já não é algo do futuro, pelo contrário, ele está cada dia mais presente na vida das pessoas, entretanto, é mais comum vermos a tecnologia de realidade imersiva em grandes empresas.

Mas a partir de agora esse universo virtual também estará presente no projeto do game Missão Favela X. Idealizado pela Gerando Falcões, o jogo foi lançado em abril em um evento na Favela dos Sonhos, em Ferraz de Vasconcelos, município da Grande São Paulo.

O projeto foi realizado via Roblox, uma plataforma de jogos sociais no metaverso. O objetivo é  atrair grandes marcas como parceiras para fomentar e contribuir ainda mais com os projetos sociais das comunidades.

“Missão Favela X” tem o propósito de conscientizar crianças e jovens de todas as classes sociais e regiões do Brasil sobre os enormes desafios a serem enfrentados para erradicar a pobreza e promover a cidadania em um país cada vez mais desigual, afirmou Edu Lyra, fundador da Gerando Falcões.

No caso, a Missão X tem como objetivo permitir que os jogadores atravessem diferentes níveis entre infraestrutura, educação, cultura e tecnologia para chegar na sala de controle de um foguete espacial, em alusão ao Elon Musk, CEO da SpaceX.

O jogo Missão Favela X já está disponível e pode ser acessado via Roblox, plataforma de jogos sociais no metaverso.