Na semana passada, reportagens da mídia local de Cuba noticiaram que um meteorito atingiu o município de Viñales após passar pelo arquipélago de Florida Keys. Moradores relataram ter ouvido uma explosão alta e visto uma trilha no céu.

O evento aparentemente foi registrado por um radar do Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos a cerca de 8 metros de altura. Alguns moradores também conseguiram filmar, e uma câmera em Fort Myer conectada ao EarthCam chegou a gravá-lo.


Meteoro pegando fogo sobre a Flórida termina com meteoritos caindo no oeste de Cuba!

O meteoro Florida/Cuba na webcam da EarthCam em Ft. Myer, FL. Foi gravado pouco antes das 1:17 pm ET (16h do horário de Brasília).


Vestígios do meteoro sobre Viñales no oeste de Cuba evidente em # Goes16 GLM. Diferença em tela dividida e vista pelo dióxido de enxofre.

Agora sabemos o quão poderoso o evento foi. De acordo com novos dados publicados pelo Centro de Estudos de Objetos Próximos à Terra do Jet Propulsion Laboratory da NASA, a colisão do objeto com a atmosfera liberou a energia de cerca de 1,4 quiloton de TNT (ou 1,4 mil tonelada de TNT).

Isso pode parecer muito (e é!). Mas eventos como esse são relativamente comuns, mas geralmente não ganham muito destaque. Cerca de 71% da superfície da Terra está coberta de água, e os humanos não estão igualmente distribuídos na porção de terra, o que significa que muitos desses impactos não são testemunhados por nós.

Diversos impactos que aconteceram em 2018 foram maiores do que esse, conforme aponta a CNET. Apesar disso, a detonação em Cuba foi uma das mais notáveis desde o meteoro que atingiu Chelyabinsk, na Rússia, perto da fronteira com o Casaquistão, em 2013. Cientistas afirmam que aquela explosão teve a força de 470 quilotons de TNT – tão forte quanto a bomba de fissão pura MK-18 “Ivy King”, de 1952, considerada a maior bomba do tipo já testada pelo EUA, com 500 quilotons. De acordo com uma ficha informativa da Universidade de Tulane, o objeto que atingiu Chelyabinsk tinha provavelmente cerca de 17 a 20 metros de diâmetro.

CUBA: Esta é uma imagem de perto da rocha que o povo de Viñales acredita ser parte do meteorito que caiu na área. Você pode ver que é quase do tamanho de um telefone celular. @WPLGLocal10

De acordo com a imprensa local e o jornal @guerrillero_cu foram sentidas fortes explosões. Investigações preliminares indicam que pode ter sido a explosão de um meteorito na zona do “Mural da Pré-história” em Viñales. Nas redes sociais aparecem as primeiras fotos.

Repórteres do @TelePinar no Mural da Pré-história em Viñales constatam que há pedaços de pedras pretas com cerca de 7 cm após um grande estrondo.

O objeto que explodiu sobre Cuba era provavelmente muito menor do que o da Rússia, provavelmente com o tamanho de uma van. A mídia cubana noticiou que os moradores locais acharam o que eles acreditavam ser o que restava do objeto depois que ele queimou na atmosfera.

Foram encontrados diversas pequenas rochas pretas com o tamanho de um telefone celular. Apenas pequenos danos à propriedade, como janelas quebradas – provavelmente devido ao boom sônico gerado pelo objeto que superou a velocidade do som – foram relatados. Não há informações sobre feridos.

[CNET]