Nós estamos esperando por uma tecnologia Holodeck como em Star Trek desde quando, 1987? A Microsoft Research finalmente aceitou o desafio e desenvolveu isto – que não é um Holodeck, mas é tentadoramente próximo.

A HoloDesk, como chama a Microsoft, usa uma tela suspensa para projetar uma imagem 2D embaixo dela, através de um espelho semi-reflexivo na área de trabalho embaixo da tela. Uma webcam situada entre a tela e o espelho, aliado a um software de reconhecimento facial, rastreia o olhar do usuário e o permite ver objetos na mesa como se eles realmente estivessem lá: mova sua cabeça e a perspectiva dos objetos muda para se adequar.

O sistema tem um Kinect que rastreia os movimentos do usuário dentro do espaço da mesa, permitindo-o manipular os itens projetados. Como você pode ver no vídeo acima, os objetos podem ser empilhados, levantados e girados como se realmente estivessem lá. E ele não responde só às mãos: objetos físicos como tigelas e folhas de papel podem ser usados para mover itens no sistema.

Este por enquanto é só um projeto de pesquisa, então as chances de chegar ao mercado são quase nulas. No entanto, este representa um importante passo à frente em manipulação de dados. Em vez de tentar modelar uma imagem de, digamos, moléculas de proteínas em uma tela 2D de computador, os pesquisadores poderiam um dia tocar, girar e examinar um modelo 3D usando só as mãos. [The Next Web]