Semana passada tive a oportunidade de mexer com um Windows Phone 7 com o Mango, no escritório do Gizmodo americano lá em Nova York. Acredite no hype. Como vimos em todos os vídeos e demonstrações, ele é incrivelmente rápido (mesmo no hardware do ano passado), os quadradinhos se atualizando são legais, a fonte e os hubs de contatos são os mais bonitos de qualquer smartphone e os apps todos têm um certo padrão estético legal. Ainda há arestas a aparar mas, acima de tudo, O WP 7.5 é algo definitivamente diferente do iOS, o que eu acho ótimo. Mas sempre fiquei me perguntando se a coisa funcionaria no Brasil, onde o Bing é capenga, o serviço de mapas não é nenhum Google Maps, não há Zune Pass… A Microsoft Brasil, que nunca se pronunciou muito sobre o assunto, acabou de dar algumas pistas com esta página.

Pode ser que tudo seja uma simples tradução da página do Mango nos EUA, mas como eu sou otimista, prefiro acreditar que alguém revisou o negócio e novas funcionalidades dos serviços da Microsoft localizados para o Brasil estejam por vir. Se ela estiver certa, veja o que podemos ter:

O Hub Música+Vídeo é a sua central de entretenimento a qualquer momento. Toque suas músicas — sincronizadas sem fio a partir do seu PC — ou transfira ou baixe novas músicas do Marketplace. Assista programas de TV, filmes ou seus próprios vídeos na tela de alta resolução e ouça listas personalizadas, rádio e mais no seu telefone. Acrescente um Zune Pass Música para obter música ilimitada por uma pequena taxa mensal.

Hoje o serviço do Zune no esquema “baixe o que quiser” só é oferecido em 6 países. O catálogo é bem bom, com 11 milhões de músicas (contra cerca de 18 milhões do iTunes), e no geral o software Zune, traduzido recentemente para PT-BR, funciona muito bem. Com a atualização do Mango e os lançamentos no Brasil, será que você vai poder pagar uma assinatura e baixar quantas músicas quiser e alugar filmes (que poderiam ser assistidos no Xbox também, por exemplo?). Se a fábrica de Xbox no País for algum indicativo de como a Microsoft está cada vez mais interessada no Brasil, podemos ficar otimistas. Ou suspirar e culpar o maldito tradutor. Pedi alguma luz à Microsoft hoje pela manhã sobre o assunto mas ainda não recebi resposta. Enquanto isso, espere ler um bocado mais sobre a atualização do WP7 hoje.  [Microsoft. Valeu, Leoberto!]