O resgate de 12 garotos e seu treinador de futebol de uma caverna na Tailândia cativou o mundo todo. Portanto, quando o magnata bilionário da tecnologia Elon Musk anunciou que iria ajudar, alguns da comunidade tecnológica se encheram de orgulho. Mas a aventura tailandesa de Musk está parecendo mais e mais boba a cada dia.

• Todos os 12 garotos e o treinador foram resgatados de caverna inundada na Tailândia

O chefe de resgates Narongsak Osatanakorn disse à BBC que “o equipamento que eles trouxeram para nos ajudar não é prático para a nossa missão”. A ideia de Musk de um submarino “infantil” atraiu ridicularização por sua incapacidade de navegar em espaços apertados encontrados pelas equipes de resgate.

“Mesmo que o equipamento deles seja tecnologicamente sofisticado, ele não se encaixa em nossa missão de ir até a caverna”, Osatanakorn disse sobre a equipe de engenheiros de Musk.

Os meninos, com idades entre 11 e 16 anos, todos membros do time de futebol Wild Boars (Javalis selvagens), estavam presos na caverna desde 23 de junho. A passagem inundada de quatro quilômetros se curva e fica bem apertada em algumas áreas, ao ponto de os mergulhadores serem forçados a carregar seus tanques de oxigênio à sua frente. Considerando essas limitações, um tubo grande como o projetado por Musk parece muito pouco prático.

Os quatro garotos restantes e o treinador, que ainda estavam na caverna, foram todos resgatados nesta terça-feira (10), dando fim a um esforço coletivo que ocasionou a morte do experiente mergulhador Saman Gunan, ex-membro da marinha tailandesa, na sexta-feira (6). Gunan morreu enquanto tentava levar mais tanques de oxigênio aos garotos e ao treinador.

Musk, fundador da SpaceX e da Tesla, viajou até a Tailândia na segunda-feira (9), tuitando que estava em espera, para o caso de os socorristas tailandeses precisarem de sua ajuda. Mas a equipe de resgate meio que disse: “Obrigado, mas não, obrigado”.

“Acabei de voltar da Caverna 3”, Musk tuitou ontem. “O minissubmarino está pronto, se necessário. Ele é feito de partes de foguete e se chama Wild Boars, em homenagem ao time de futebol dos meninos. Estamos deixando ele aqui caso ele seja útil no futuro.”

Os esforços de Musk, por mais que tenham partido de uma boa intenção, foram recebidos com muito ceticismo em todo o seu percurso. Suas tentativas de fazer um brainstorming de ideias no Twitter foram particularmente estranhas para algumas pessoas.

“Com todo respeito ao Sr. Musk, não tenho certeza de que ele ou seus engenheiros tenham uma ideia verdadeira daquilo com o que estamos lidando nessa situação em particular”, disse Anmar Mirza, membro da Comissão Nacional de Resgate de Cavernas da Sociedade Espeleológica Nacional, em entrevista para o Slate.

Como se o circo já não estivesse montado o bastante, produtores de Hollywood estariam na Tailândia na esperança de garantir os direitos para contar a história. Segundo a BBC, uma empresa norte-americana chamada Pure Flix enviou os produtores Michael Scott e Adam Smith para a área.

“Outras empresas de produção vão vir, então temos que agir rapidamente”, teria dito Smith.

Parece que ninguém quer desperdiçar um bom desastre.

[BBC]