Existem poucas atividades que podem transformar o ambiente educado e civilizado de uma reunião de família numa competição de gritos. Uma delas é o Monopoly, também bastante conhecido como Banco Imobiliário no Brasil.

A nova edição do jogo de tabuleiro substitui a figura do banqueiro por um dispositivo inteligente ativado por voz que lida com todas as transações financeiras, dando aos jogadores um escape para suas frustrações, sem machucar os sentimentos dos outros.

Assistentes de voz inteligentes como Siri, Alexa e Google Assistente se tornaram mais comuns e capazes e, desde então, diversos jogos de tabuleiro passaram a usá-las como mestres de quiz, placares ou como cronômetros imparciais.

Porém, essas soluções exigem que os jogadores acessem seus celulares ou um alto-falante inteligente, limitando a acessibilidade. Principalmente se levarmos em consideração que jogos de tabuleiro são, muitas vezes, jogados por crianças — sem contar as possíveis preocupações com privacidade.

No Monopoly Voice Banking, a Hasbro incluiu seu próprio assistente digital, que não precisa acessar a sua rede Wi-Fi.

Imagem: Hasbro

A nova versão começará a ser vendida nos Estados Unidos no dia 1º de julho por US$ 30, cerca de US$ 10 a mais do que a versão básica — inicialmente, com suporte apenas ao inglês. A voz do assistente é do Rich “Uncle” Pennybags, o mascote também conhecido como Mr. Monopoly.

O Mr. Monopoly não chega nem perto de ser tão inteligente quanto outras assistentes digitais como a Alexa ou até mesmo a Siri. Os jogadores precisam usar um dos quatro botões no topo do alto-falante em formato de chapéu para se identificarem (ele não consegue identificar diferentes vozes) e fazer solicitações verbais como “Comprar Boardwalk” ou “Construir um hotel”.

Todas as transações financeiras são gerenciadas pelo Mr. Monopoly eletronicamente. Assim como versões anteriores do jogo, não há dinheiro físico, o que deve ajudar a eliminar pelo menos um método de trapaça.

As novas funcionalidades de voz irão ajudar a acelerar o jogo, que, como a maioria de nós sabemos, pode levar horas até que alguém entre em falência? Depende do quão capaz o reconhecimento de voz for e com que frequência os jogadores terão que repetir suas frases até chegarem no termo exato.

A função deve, no entanto, reduzir o tempo que os jogadores passam contando dinheiro e calculando quando eles devem de aluguel, além de eliminar aquelas situações nas quais alguém acusa o banqueiro de ser um vigarista.