Morre Isabel Salgado, ícone do empoderamento no vôlei feminino

A ex-atleta se destacou também como ativista de causas políticas e na luta pela democracia; ela havia sido indicada para trabalhar na equipe de transição do novo governo no início desta semana. Confira a sua brilhante carreira
Isabel Salgado Vôlei
Imagem: Carol Solberg/Instagram

A ex-jogadora de vôlei e vôlei de praia Isabel Salgado morreu nesta quarta-feira (16) aos 62 anos. “Isabel do Vôlei”, como era conhecida, foi internada no começo desta semana no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, com problemas respiratórios, mas não resistiu.

A causa da morte ainda não foi confirmada, mas a suspeita é que tenha sido uma síndrome aguda respiratória do adulto (SARA).

Na última segunda-feira, a ex-atleta estava na lista de indicados para trabalhar na equipe de transição do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, para atuar em assuntos relacionados à pasta do esporte.

Isabel foi uma das primeiras atletas a levantar a voz contra o establishment do esporte já nos anos 80 ao lado de Jackeline Silva, sua colega de seleção brasileira. Sempre esteve presente nas causas em prol da mulher no esporte e também nas questões dos atletas em geral. Participou, inclusive, do Movimento Diretas Já.

Em 2020, se juntou a outros esportistas e ex-atletas como Walter Casagrande Jr. no movimento “Esporte Pela Democracia”.

A ex-jogadora de volêi Ana Moser, também anunciada para a equipe de transição do novo governo, lamentou a perda de Isabel em seu perfil do Twitter.

Isabel é um dos maiores nomes do vôlei no Brasil e em sua carreira defendeu mais de dez times em campeonatos nacionais. Talentosa desde muito jovem, teve uma ascensão meteórica no esporte, quando aos 16 anos passou a integrar a equipe principal do Flamengo.

Ela fez história ao ser a primeira brasileira a defender uma equipe estrangeira, o Modena, da Itália, no início da década de 80. A ex-atleta também defendeu a seleção brasileira nas Olimpíadas de 1980, em Moscou, e 1984, em Los Angeles.

Após encerrar sua carreira, Isabel Salgado migrou para o vôlei de praia, onde também fez história ao se tornar campeã Mundial em 1994, em Miami. Uma referência no meio esportivo, Isabel também atuou um período como treinadora.

Em 2016 foi um dos nomes escolhidos para carregar a Tocha Olímpica nas Olimpíadas do Rio de Janeiro.

Isabel deixou cinco filhos, três deles — Maria Clara Salgado, Pedro Solberg e Carol Solberg — são atletas bem sucedidos no vôlei de praia. Nos últimos anos ex-jogadora se dedicava a cuidar da carreira dos filhos.

Assine a newsletter do Giz Brasil

Vinicius Marques

Vinicius Marques

É jornalista, vive em São Paulo e escreve sobre tecnologia e games. É grande fã de cultura pop e profundamente apaixonado por cinema.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas