O modo Autopilot, presente nos carros elétricos Tesla, talvez seja um dos recursos que mais chamam a atenção das pessoas. Quando ele está ligado, o carro passa a dirigir sozinho por uma via. O recurso, no entanto, fez um motorista ser banido de dirigir no Reino Unido.

O fato ocorreu em maio de 2017, mas a condenação só ocorre recentemente. Em um vídeo que circulava nas redes sociais, o motorista Bhavesh Patel aparecia dirigindo seu Tesla Model S em uma via cheia de outros carros a cerca de 65 km/h. Ele, então, resolveu dar uma descansada, ligou o Autopilot e foi para o banco do passageiro curtir o passeio.

Tesla admite que modo semiautônomo de condução estava ativo em novo acidente fatal
Tesla joga culpa em motorista por acidente fatal envolvendo carro semiautônomo

Patel talvez passasse incólume pelo incidente, se uma pessoa de um carro próximo a ele não tivesse filmado o que ele fez. Ao passar para o banco do passageiro, o motorista ficou longe do volante, e seus pés não podiam alcançar o acelerador ou o freio. Pior: ele botou as mãos atrás da cabeça e ainda colocou os pés no painel.

(Apenas lembrando que no Reino Unido o motorista fica no lado direito)

Após uma investigação do caso na justiça do país, o motorista foi sentenciado por direção perigosa. Como pena, ele foi banido de dirigir na M1 (uma auto-estrada britânica) por três anos, vai ter que fazer 100 horas de trabalho não remunerado, pagar uma multa de cerca de US$ 2.500 (cerca de R$ 8.600) e ainda passar 10 dias por reabilitação

“Se o motorista não puder fazer isso, por que existe o Autopilot?”, você poderia ser perguntar. Um engenheiro da Tesla, que foi chamado para testemunhar sobre o caso, disse que esse modo autônomo foi feito para auxiliar condutores “totalmente atentos”, e não para substituir um motorista. Ainda é necessário que alguém esteja no volante, caso ocorra alguma emergência.

Segundo reporta o Jalopnik, a atitude do motorista quanto ao incidente não foi das mais nobres. Ele chegou a reconhecer que agiu de forma errada, mas fez questão de ressaltar que achava que ele tinha sido “o azarado que foi pego” — o que só mostra que ele não foi o primeiro e, provavelmente, seus amigos condutores de Tesla fazem isso.

[BBC e Jalopnik]

Imagem do topo: Captura do YouTube