Entre a nova leva de smartphones com Android que invadiram o mercado nacional, um dos aparelhos que muito nos agradou foi o Defy, da Motorola. Simples, rápido e resistente, o aparelho é uma boa opção para quem quer começar a explorar o mundo do Android. Antes, quando era exclusivo da Claro, o aparelho desbloqueado custava R$1.499, preço de smartphones topo de linha. Mas agora que o aparelho adentrou o portfólio da TIM por R$996, ele provavelmente assustará boa parte dos Androids de baixo custo.

996 reais é o preço do aparelho em qualquer plano, em 12 parcelas de R$83. Essa é a nova tática das operadoras: nenhum desconto no aparelho, mas grandes promessas nos planos. No caso da TIM, o consumidor que trocar de operadora e assinar o plano TIM Liberty pagará mensalmente R$122 — R$83 do aparelho mais o preço promocional de R$39 do plano. No pré-pago, o preço continua o mesmo, mas o número de parcelas cai para apenas três.

Apesar de a Claro vendê-lo por R$199 em um interessa plano de R$80, àqueles que preferem um aparelho desbloqueado não devem ter gostado da cifra inicial na casa dos R$1.499. Agora, por menos de mil — ok, 4 reais a menos, mas é menos, não? — o Defy surge como uma interessante escolha para quem quer testar o mundo do Android num aparelho com processador de 800 MHz, 2GB de espaço interno e Android 2.1 — com promessa de atualização para 2.2. E provavelmente vários aparelhos da própria Motorola, como o MB502, o Flipout e até o primeiro Milestone, terão concorrência interna pesada nos próximos meses. Mas antes de cogitar comprá-lo, leia nosso review e veja se ele se encaixa no seu perfil.