Uma nova variante do SARS-CoV-2 foi identificada no Rio de Janeiro, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-RJ). A partir do sequenciamento genético do vírus, pesquisadores descobriram que a cepa é uma mutação da linhagem P.1, descoberta em Manaus. Por isso, a variante mais recente recebeu o nome de P.1.2.

Por enquanto, não há informações sobre ela ser mais letal ou transmissível. Dentre as 367 amostras analisadas, a P.1.2 foi identificada em 5,85% delas. A variante P.1 continua sendo a que predomina entre os casos, com uma frequência de 91,49%.

De acordo com Cláudia Mello, subsecretária de Vigilância em Saúde e idealizadora da pesquisa, o Norte do Estado foi o que apresentou mais casos relacionados à P.1.2. A nova variante também foi encontrada em amostras das regiões Metropolitana, Centro-Sul e Baixada Litorânea.

Assine a newsletter do Gizmodo

Para o estudo, os pesquisadores analisaram 376 amostras, provenientes de 57 municípios, que haviam sido enviadas ao Laboratório Central Noel Nutels entre 24 de março e 16 de abril deste ano. O sequenciamento faz parte de uma iniciativa financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) para analisar cerca de 4.800 amostras do coronavírus em seis meses a fim de identificar novas cepas.

[G1, R7]