Se você está lendo este texto aqui, é bem provável que tenha deixado de lado alguma coisa que precisava estar fazendo neste momento. Você está familiarizado com a rotina de um procrastinador — aquele sentimento pesado que cresce ao se aproximar do prazo, a culpa da qual você não consegue se livrar e, finalmente, aquele pânico que te domina e te enche de energia para, na última hora, sair resolvendo tudo de uma vez. É desta última que vamos falar hoje. Você pode parar de lutar contra a procrastinação e fazê-la funcionar para você, pegando esse pânico e o canalizando em quantidades imensas de produtividade.