Se tudo ocorrer conforme o planejado, a espaçonave Starliner, da Boeing, deverá voltar à Terra na noite desta quarta-feira (25). Ela pousará com a ajuda de um paraquedas no deserto do Novo México, nos Estados Unidos.

Assim como a SpaceX, de Elon Musk, a Boeing também tem um contrato com a NASA para desenvolver uma nave espacial privada e prestar o serviço de transporte de suprimentos e astronautas para a Estação Espacial Internacional (ISS).

A cápsula não tripulada foi lançada na última sexta-feira (20) por meio do foguete não-reutilizável Atlas V, da United Launch Alliance, e conseguiu acoplar com sucesso na ISS, cerca de 24 horas após a decolagem. A missão batizada “Orbital Flight Test-2” tem o objetivo de demonstrar que a Starliner está pronta para transportar astronautas ao espaço.

Esta é a segunda tentativa da Boeing de demonstrar a viabilidade da nova espaçonave. Em 2019, a empresa já tinha lançado a Starliner, porém, a nave não conseguiu atingir a órbita correta e teve que retornar à Terra sem acoplar na estação espacial.

Onde assistir ao pouso da Starliner

Segundo o Space, a programação é que a Starliner partirá da ISS às 15h36 (horário de Brasília) e pouse às 19h49 próximo ao White Sands Space Harbor, um antigo espaçoporto que era utilizado pela NASA como pista de aterrissagem para os aposentados ônibus espaciais.

Além do local no estado americano do Novo México, a NASA e a Boeing identificaram outros potenciais locais de pouso, como um lago seco no sudeste do Arizona, uma instalação militar em Utah ou uma base aérea na Califórnia.

A Boeing pretende fazer a cobertura ao vivo no YouTube, a partir das 15h00 (horário de Brasília), incluindo o procedimento de desacoplagem da estação espacial:

Já a NASA pretende transmitir o pouso da Starliner a partir das 18h45, podendo ser acompanhado abaixo:

Caso ocorra algum imprevisto –como o mau tempo ou outros fatores–, o retorno à Terra deverá ser adiado para a próxima sexta-feira (27).

A espaçonave voltará do espaço com mais de 270 quilos de carga, incluindo tanques que fornecem ar respirável aos membros da tripulação do laboratório orbital. Esses tanques serão reabastecidos e enviados novamente para a ISS em uma missão futura.