Já faz meses que os engenheiros da NASA não ouvem novidades sobre o rover Opportunity, que entrou num modo soneca após Marte passar por uma forte tempestade de poeira, que escureceu toda a superfície do planeta vermelho. Mas as esperanças ainda não estão perdidas, como mencionou a agência espacial recentemente, pois Marte está próximo de ter uma temporada de ventos que podem ajudar a limpar os painéis solares do rover.

Como a NASA está lidando com a tempestade de areia gigante que tomou conta de Marte

“Um período de vento em Marte — conhecido pela equipe da Opportunity como “época de limpeza de poeira” — ocorre entre novembro e janeiro e já ajudou a limpar os paineis do rover no passado”, informou a NASA.

Enquanto isso, os engenheiros do JPL (Jet Propulsion Laboratory), da NASA, — que acompanham as operações do rover há 12 anos — estão aumentando o número de comandos da Opportunity e buscando ouvir quaisquer sinais de volta da sonda.

A última vez que engenheiros receberam retorno do rover foi em 10 de junho, enquanto trabalhava no Vale da Perservença, em Marte. A NASA disse que acredita que durante o pico da tempestade de poeira em junho uma camada de areia impregnou nos painéis solares, bloqueando a captação de energia solar para recarga. Na época, a NASA foi forçada a colocar o Opportunity no modo hibernação para preservar a carga que tinha até a tempestade se dissipar.

“Não dá para dizer o quanto de poeira foi depositada nos painéis”, informou a agência espacial na última semana, adicionando que a equipe ainda continua otimista com a perspectiva do rover voltar à ativa.

No mês passado, a câmera HiRISE que está acoplada ao orbitador MRO (Mars Reconnaissance Orbiter) conseguiu captar o rover na superfície do planeta vermelho, indicando que ele não foi completamente coberto pela poeira e oferecendo um lampejo de esperança de que a luz solar poderia alcançar os painéis solares assim que a tempestade acabar.

“O Sol está rompendo a neblina sobre o Vale da Perserverança, e assim que haja luz solar suficiente, as baterias do Opportunity deverão ser recarregadas”, disse John Callas, gerente de projeto da sonda Opportunity do JPL, em um comunicado no mês passado. “Quando o nível tau (unidade de medida de partícula do céu marciano) for menor que 1.5, nós começaremos um período ativo de tentativas de comunicação com o rover ao enviar comandos por meio de antenas da Deep Space Network, da NASA. Assumindo que a gente receba uma resposta, nós começaremos o processo de compreensão de status para tornar a sonda online novamente.”

O rover Opportunity superou sua expectativa de vida de 90 dias de Marte. Lançado em 2003 com o parte da missão Mars Exploration Rover, o robô do tamanho de um carrinho de golfe já está no planeta vermelho há quase 15 anos.

Esperamos que este rover super resistente retorne logo os contatos da equipe da NASA.

[NASA]

Ilustração do topo do rover Opportunity via NASA