Um fato histórico para a agência espacial americana está prestes a acontecer: a NASA concordou em enviar suprimentos para a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) a bordo de um foguete Falcon 9 que já foi utilizado.

• Elon Musk anuncia novo foguete que vai te levar a qualquer lugar da Terra em menos de uma hora
• Os novos pneus sem ar da NASA, feitos de titânio, são quase indestrutíveis

No dia 8 de dezembro, uma sexta-feira, a SpaceX realizará o lançamento de 2,5 toneladas de suprimentos para a ISS a partir do bloco 40 de Cape Canaveral, na Flórida, e fará isso utilizando um impulsionador que já foi utilizado antes. Não é grande coisa para a SpaceX, que já fez isso três vezes, mas desta vez o cliente é nada mais, nada menos, a NASA.

É uma iniciativa bem ousada para uma organização que tradicionalmente é conservadora. A NASA se juntará a SES, Space Systems/Loral, Iridium e a Spacecom de Israel como organizações que estão alavancando a habilidade da SpaceX de enviar cargas para o espaço e então pousar os impulsionadores do foguete na Terra para que sejam utilizados novamente. O lançamento de 8 de dezembro marcará a quarta vez que a empresa de Elon Musk realiza esse tipo de procedimento. Até agora, todos os lançamentos foram bem sucedidos.

Como noticia a Spaceflight Now, a NASA aprovou a missão há poucos dias atrás, mas a decisão não foi tomada de forma tranquila. Os engenheiros da NASA estão estudando o processo de testes e recondicionamento da SpaceX de forma muito cuidadosa, certificando de que a carga da agência espacial será entregue na ISS de forma segura.

“Alguns componentes [do impulsionador do foguete] são removidos e alguns novos componentes são adicionados”, disse Gerstenmaier em um encontro do comitê de vôo espacial humano do Conselho de Consultoria da NASA, no começo desta semana. “Existe uma lista detalhada de quais inspeções precisam ser feitas. Eles fizeram um programa de testes detalhado. Eles fizeram um plano detalhado”.

A NASA afirma estar satisfeita com o fato do impulsionar de foguetes da SpaceX ser tão confiável quanto um novo impulsionador, relata a Spaceflight Now. Dito isso, a agência espacial afirma que não aceitará a reutilização de impulsionadores de “uma maneira genérica”, significando que esse caso não é parte de uma nova política geral, e que os engenheiros da NASA irão avaliar cada impulsionador caso a caso. A agência é inegavelmente exigente, mas parece eles não querem correr nenhum risco.

Se a NASA gostasse de correr riscos, provavelmente já teria seu próprio foguete reutilizável. Ah, se eles tivessem financiamento governamental suficiente, né?

[Spaceflight Now]

Imagem do topo: SpaceX