Na semana passada, ficamos sabendo que a Netflix estava testando na Europa um plano “Ultra”, com suporte a streaming em 4K, HDR e mais telas simultâneas. A companhia começou a testar essas novas opções no Brasil também, o que significa que os assinantes dos planos atuais podem perder alguns dos seus benefícios.

• Netflix está testando novo plano 4K mais caro e com acesso a mais dispositivos
• O truque da Netflix para não quebrar literalmente a internet no Brasil e no mundo

Hoje, assinantes do melhor plano, o “Premium”, tem acesso a conteúdos 4K e HDR e podem assistir em até quatro dispositivos simultâneos (R$ 37,90);

Já os assinantes da versão “Padrão” têm acesso a conteúdos HD e podem assisti-los em até dois dispositivos (R$ 27,90);

Por fim, o plano mais barato, o “Básico”, não tem resolução HD e permite acesso a apenas um dispositivo por vez (R$ 19,90).

Com a chegada desse novo plano, as coisas podem mudar. Parece que a Netflix está fazendo um teste para decidir como implementará na nova opção, e então podem surgir dois cenários diferentes:

Cenário 1

• Plano Ultra por R$ 45,90 com quatro telas simultâneas, resolução 4K, com HDR;
• Premium por R$ 37,90 com duas telas simultâneas, resolução 4K, sem HDR;
• Padrão por R$ 27,90 com apenas uma tela por vez, resolução HD (Full-HD em alguns casos);
• Básico por R$ 19,90 com apenas uma tela por vez, sem resolução HD.

Cenário 2

• Plano Ultra por R$ 53,90 com quatro telas simultâneas, resolução 4K, com HDR;
• Premium por R$ 37,90 com quatro telas simultâneas, resolução 4K, sem HDR;
• Padrão por R$ 27,90 com duas telas simultâneas, resolução HD (Full-HD em alguns casos);
• Básico por R$ 19,90 com apenas uma tela por vez, sem resolução HD.

Caso a Netflix adote o Ultra mais caro, o prejuízo dos assinantes dos outros planos é menor (o Premium perde HDR). Mas se a companhia decidir que a nova versão será a mais barata, os assinantes atuais perderão acesso a telas simultâneas.

• que diabos é o HDR?

Como se trata de um teste, nem sempre as novas opções aparecem no site da Netflix. Acessando em momentos diferentes, eu cheguei a ver as duas opções e às vezes elas sequer apareciam.

A Netflix parece estar testando a ideia de piorar os planos atuais para pressionar usuários gastar mais grana. Muito embora a empresa tenha conquistado novos clientes, parece que as contas não estão fechando e a tendência é esse ritmo de crescimento desacelerar.

[Tecnoblog]