O fórum de suporte do Google Nexus One está repleto de histórias sobre a conectividade 3G ruim do aparelho, então um usuário decidiu fazer testes razoavelmente científicos. A conclusão? O Nexus One é meio terrível quando se trata de ser um celular!

Os usuários do Nexus One estão reclamando que o aparelho muda constantemente de 3G para EDGE mesmo quando a cobertura 3G é boa, ou dizem que o sinal 3G no aparelho parece estar fraco quando não deveria estar. Um dos usuários enviou a foto acima: à esquerda, o HTC Dream está na rede 3G com três barras, e à direita, o Nexus One está na rede EDGE — ambos usando a mesma rede da operadora T-Mobile, no mesmo lugar. Mas sabemos que barras de sinal, em aparelhos diferentes, podem significar potências de sinal diferentes. Então é necessário um teste mais científico.

O teste foi simples e limitado, e consistiu em um cara, usuário WV, entrar e sair da casa dele e anotar a potência do sinal, medida em dBm e ASU, com o app integrado do Android de medição de sinal. Assumindo que o Nexus One deve funcionar como celulares normais — isto é, ele se conecta a redes 3G quando estão disponíveis e EDGE apenas quando não há sinal 3G — tem alguma coisa errada.

Isso porque o celular obviamente está encontrando e recebendo os sinais de celular sem problemas, mas não lida com eles da forma esperada, e muda aleatoriamente entre os dois — e prefere EDGE a maior parte do tempo — não importando se o sinal 3G está forte ou não. Isso aponta para um erro no software, não no hardware. Isto aqui também:

OK. Eu encontrei a tela "Informações do Telefone" através do "Any Cut" [app disponível no Android Market]. Ela parece uma tela não intencionada para usuários medianos. Ela claramente tem configurações que não devem ser desajustadas. No entanto, ele tem um menu em lista que estava configurado para "WCDMA Preferred". Eu mudei isto para "WCDMA Only". O celular resetou e eu nunca mais vi o maldito "E" no indicador de sinal — SÓ 3G. Depois de meia hora de testes de velocidade (150k-800kbps) e downloads no Google Maps no modo satélite (todos definitivamente mais rápidos), eu mudei de volta para "WCDMA Preferred". Adivinha? Depois de alguns minutos, eu voltei pro EDGE, mesmo com um bom sinal [3G]. Mudei de volta pro "WCDMA Only", e o celular permanece no 3G.

Isto não resolve completamente o problema, porque, como nota WV, se você sair da área de cobertura 3G com o EDGE desativado, você está basicamente ferrado. Mas mesmo assim, isto parece ser um bug no software. Ou, se você está a fim de uma teoria da conspiração, como WV, isto pode ser uma função:

Minha preocupação é se a [operadora de celular] T-Mobile está sendo desonesta quanto a isto e está fazendo o celular funcionar em EDGE de propósito, para reduzir o congestionamento na frequência [3G] e/ou na rede back-end.

Eu não sei se esta explicação tem nexo (rá!), afinal o problema apareceu primeiro comparando-se o tratamento do Nexus One da rede 3G e EDGE em relação a outros celulares 3G com Android na mesma rede da T-Mobile — estes, apesar de terem o mesmo potencial de lidar mal com as redes de celular, assim como o Nexus One, não tiveram limitação de rede de nenhum tipo. Enquanto o Google e a T-Mobile dizem que estão "investigando", as evidências continuam crescendo e a questão continua aí: o que está errado, de fato, com o 3G do Nexus One? [Fórum de suporte do Google Nexus One]