Daqui apenas dois meses, o primeiro console da Nintendo desde 2012 estará nas prateleiras. A empresa revelou a existência do videogame em outubro, mas, até a noite desta quinta-feira, não havia mostrado nenhum outro detalhe. Agora, sabemos muito mais sobre o console da fabricante. Aqui estão os fatos.

• Estes gênios criaram uma edição de NES Classic Edition misturada com o Game Boy
• Nintendo Switch é apresentado na TV americana junto com novas informações de Super Mario Run

Design

O Nintendo Switch parece uma espécie completamente nova de console, mas os fãs do Nvidia Shield lembrarão de algo semelhante. Assim como o Shield, o Switch é um tablet pesado com jogos deslumbrantes. Também como o Shield, ele pode ser conectado a uma televisão para que esses jogos possam ser jogados em uma tela maior e mais bonita.

nintendo-1

Mas o Switch usa um conector dock especial para enviar os sinais para a TV. Deixe o sistema no dock e instantaneamente vá jogar na tela maior — sem um emparelhamento chato ou requisitos chatos de conectividade sem fio. Mais importante, o Switch tem o que, potencialmente, poderia ser um melhor controle. O Shield vinha com um enorme controle separado, que você conectava ao tablet via Bluetooth. O Switch também tem essa opção e a chama de “Switch Pro”.

Mas o controle Joy-Con do Switch parece ser o mais divertido e, por lembrar tanto o logotipo do Switch, é seguro dizer que a Nintendo espera que gostemos tanto dele quanto os designers da marca gostaram.

nintendo-2

O Joy-Con (disponível em várias cores) é feito de dois controles pequenos o bastante para caber em sua mão, cada um com um joystick e um layout de quatro botões. Ao jogar no tablet, você pode conectá-los a cada um dos lados, transformando o Switch em algo como um gigantesco PSP. Mas os controles podem ser desconectados e usados separadamente, o que pode ser útil para jogos que exigem controles móveis como o antigo Wii, ou para quando você quiser fazer uma sessão rápida de jogo com um amigo.

Quando o Switch é conectado ao televisor, os controles travam juntos a uma bateria gigante. Isso deveria te dar mais tempo de jogo, mas o controle, junto com o pacote de bateria, também parece enorme. Enorme como o controle do Xbox original. Então esse pode ser, talvez, um ponto negativo para pessoas com mãos pequenas.

nintendo-3A lateral de cada controle tem botões

Parece que a Nintendo quer que você use os controles Joy-Con com as duas mãos. Ela adicionou sensores de profundidade para que os controles soubessem onde estão em relação a seu corpo e um novo sistema de vibração que, alega a empresa, pode imitar perfeitamente o tilintar de gelo em um copo de vidro.

Estes sensores também permitem que você jogue com alguém um jogo sem precisar olhar para a tela. Em vez disso, você fica de frente para seu oponente e, como definiu o designer de hardware da Nintendo, “o olhe nos olhos”. O primeiro exemplo da tecnologia da empresa foi o título 1-2-Switch, que lhe possibilita ter duelos de espadas e pistolas na sua sala de estar.

nintendo-4Simulação do sensor de movimentos da Nintendo

Especificações

As informações sobre as especificações seguem escassas. Ainda não sabemos o tipo de resolução do tablet ou qual aparecerá na TV. Não sabemos sequer o quão rápido o Wi-Fi. Mas eis abaixo o que sabemos:

• O Switch conta com um painel de toque capacitivo
• Você o carrega via USB-C
• O tempo de duração da bateria varia com o jogo, e a Nintendo diz que poderia durar entre 2h30 e 6 horas
• O Wi-Fi, naturalmente, é embutido, e o sistema permitirá ligá-lo a até 8 Switches, para jogos multiplayer sem fio como nos velhos tempos
• O sistema roda em um processador customizado da Nvidia que, especula-se, é baseado na arquitetura do tablet e do console do Shield

Jogos

Pelo fato de o Switch ter nos controles Joy-Con uma tecnologia incrível, um bom número dos títulos de lançamento serão focados neste novo artifício. Isso inclui o 1-2-Switch, que foi desenvolvido na própria empresa para que a equipe de hardware da Nintendo mostrasse as capacidades do controle e é uma coletânea de joguinhos, e Arms, um jogo de luta em que seu personagem soca os oponentes na tela cada vez que você dá um soco no ar.

Splatoon 2, sequência do popular título para Wii U, também fará sua aparição no Switch, mas não estará disponível até o fim deste ano. O mesmo com o próximo Mario, que está previsto para sair no outono (primavera por aqui no Hesmifério Sul) de 2017. O pequeno encanador italiano aparecerá em Super Mario Odyssey, um jogo de mundo aberto que parece ser, ao menos parcialmente, ambientado em uma cidade cheia de pessoas de tamanho normal. Se há algo que nenhum de nós algum dia precisou ver é o Mario no mundo real novamente.

nintendo-5

Encerrando a primeira leva de jogos estão Xenoblade Chronicles 2 e Fire Emblem Warriror. Nenhum deles parece ter data oficial de lançamento. Ah, sim! E Zelda: Breath of the Wild, que será lançado com o console em 3 de março.

Quanto aos desenvolvedores, a Square Enix planeja fazer três diferentes jogos da franquia Dragon Quest, e Atlus e Sega também prometeram jogos. A Bethesda, por sua vez, está trazendo para o console o Skyrim, que já tem quase seis anos.

Há também uma sequência a caminho para o excelente No More Heroes, que foi um dos melhores (e certamente o mais estiloso) jogos lançados para o Wii. Por fim, a EA está transformando o Switch em um verdadeiro concorrente no mundo dos consoles, com o anúncio de um novo Fifa para o videogame.

Infelizmente, maior parte desses jogos ainda não tem data de lançamento mais específica além de “em algum momento de 2017”, o que torna o número oficial de títulos de lançamento bem pequeno.

Lançamento e preço

O Nintendo Switch estará disponível em todos os principais territórios no dia 3 de março de 2017, por US$ 300 nos Estados Unidos. Além disso, pela primeira vez na história, um console da empresa será completamente region-free, o que significa que você conseguirá jogar jogos “exclusivos para o Japão” nos Estados Unidos desde o lançamento.

nintendo-6

O Switch estará disponível em duas configurações. Ambas custarão o mesmo, mas uma delas terá controles Joy-Con cinzas, enquanto a outra terá um vermelho néon e outro azul néon. A Nintendo realizará um segundo evento nesta sexta-feira, em Nova York, e o Gizmodo estará lá, experimentando o Zelda, o Skyrim e talvez até mesmo o Mario.