O Apple Watch é um gadget bastante elegante, mas é fato que ele parece meio cru por dentro, como se ainda fosse uma versão de testes. A Apple quer mudar um pouco essa imagem com a segunda versão do sistema operacional do seu relógio inteligente, o watchOS 2, anunciado hoje (8) durante a WWDC 2015.

O Apple Watch vai ganhar novas watch faces, incluindo uma de álbum de fotos para seu relógio exibir suas fotografias, e outra com time-lapse. Além disso, os apps do relógio da Apple agora serão nativos – ou seja, não precisarão mais de um iPhone conectado para rodar direito. É um passo para a independência do relógio inteligente, que até agora ficou muito preso ao iPhone.

Essa independência do relógio em relação ao iPhone é uma grande novidade. Por mais que pareça meio besta em um primeiro momento, é o tipo de novidade com potencial para transformar a usabilidade do aparelho. Agora apps poderão reproduzir sons diretamente no alto-falante do relógio. E também podem acessar o microfone dele por conta própria. No app do Shazam, por exemplo, você precisa tirar o smartphone do bolso para ele reconhecer o que está tocando – não será mais necessário no watchOS 2, já que o Shazam terá acesso ao microfone do Apple Watch.

watchOS 2

Com o watchOS 2, desenvolvedores poderão criar suas próprias “Complications”, que, apesar do nome, estão aqui para facilitar a sua vida. São pequenos widgets que mostram atualizações de coisas dentro do smartwatch. Isso significa que os apps desenvolvidos para o Apple Watch agora poderão mostrar horários de voos, resultados de eventos esportivos, status da sua casa e muito mais. Outro recurso funciona em parceria com as “Complications” – ele se chama Time Travel e permite “viajar no tempo” a partir da coroa digital do relógio para ver coisas que acontecerão no futuro. É mais ou menos o que o Pebble Time já faz, e é um recurso bastante interessante.

A Apple fez algumas pequenas adições ao seu sistema, que claramente precisava de uma boa atualização. Eis algumas das coisas que o Apple Watch fará assim que receber o watchOS 2:

Responder emails diretamente a partir do relógio.
– Os Mapas ganharam direções de trânsito, e, em conjunto com a Siri, ele consegue dar dicas de transporte público também.
Modo noturno: se você quiser deixar o relógio carregando durante a noite, ele agora tem um modo noturno que exibe as horas, horário de alarme e carga do aparelho como se fosse um rádio-relógio.
Vídeo: sim, agora você poderá reproduzir vídeos a partir da tela minúscula do Apple Watch.

watchOS 2

São algumas pequenas alterações que têm potencial para melhorar bastante o Apple Watch – especialmente devido aos novos apps nativos. Estranho que tudo isso seja anunciado apenas algumas semanas após o seu lançamento oficial, mas tudo bem. O beta do WatchOS 2 para desenvolvedores já está disponível. A versão final para consumidores finais deve ser lançada no segundo semestre.