Redemoinhos de fogo podem ser devastadores na natureza, mas num ambiente controlado eles são bem bonitos de se ver. E além disso, eles podem ser a solução mais ecológica para lidar com alguns desastres causados por humanos, como vazamentos de petróleo.

• Vídeo mostra o que acontece quando você joga água em óleo pegando fogo
• O que acontece quando você tenta apagar um lança-chamas com nitrogênio líquido



Pesquisadores da Escola de Engenharia da Universidade de Maryland descobriram um novo tipo de redemoinho de fogo batizado como “redemoinho azul”, já que ele não tem aquele amarelo marcante das chamas tradicionais – e é justamente essa a importância da descoberta.

h546cxftdibu1gmlum7f

Um tornado de fogo em transição para o redemoinho azul recém-descoberto.

dhln7citzvsbtx8iec1m (1)

O amarelo da chama na verdade vem de partículas de fuligem que não conseguiram queimar completamente devido à falta de oxigênio. A chama azul indica que que havia oxigênio o suficiente para a combustão completa acontecer, o que significa que há menos fuligem e poluentes sendo liberados no processo.

Mas que uso prático a descoberta teria? Esses redemoinhos são mais estáveis e mais fáceis de reproduzir do que um redemoinho de fogo tradicional, o que torna mais fácil o estudo num laboratório.

E uma aplicação imediata para a descoberta seria a limpeza de desastres ambientais, como vazamento de petróleo. Em métodos tradicionais, o petróleo bruto é cercado e reunido numa fina camada flutuante para então ser queimado – o custo disso são quantidades absurdas de poluentes sendo emitidos. Os redemoinhos azuis poderiam ser usados para uma queima mais limpa, reduzindo emissões prejudiciais ao meio ambiente.

[University of Maryland via Gizmag]