O ChatGPT vai roubar o meu emprego? Confira as profissões em risco

Site listou as principais áreas profissionais que devem ser substituídas pelo ChatGPT e outras ferramentas IA
O ChatGPT vai roubar o meu emprego? Confira as profissões em risco
Imagem: Unsplash/Reprodução

Robôs dominando o mundo é um tema recorrente na ficção científica, mas (ainda) algo distante de ocorrer na realidade. Entretanto, o surgimento de ferramentas como o ChatGPT – desenvolvido pela OpenAI – já começa a ameaçar empregos de diversas áreas.

Isso porque essas ferramentas IA (Inteligência Artificial) já têm se tornado avançadas o suficiente para executar de forma automatizada uma série de tarefas que antes só podiam ser realizadas por mãos humanas.

Pensando nisso, o Business Insider entrevistou uma série de especialistas e montou uma lista com as profissões que poderão ser afetadas pelo ChatGPT. Confira, abaixo:

  • Profissionais de mídia: Trabalhadores de comunicação em geral – incluindo publicidade, jornalismo e redação técnica – podem ser impactados pelo ChatGPT. Isso porque a IA é capaz de ler, interpretar e escrever conteúdos de forma natural, rivalizando com textos escritos por esses profissionais.
  • Programadores: Tecnologias avançadas como a do ChatGPT permitem produzir códigos de programação mais rápido do que humanos. Isso significa que as equipes de desenvolvedores, engenheiros de software e analistas de dados de empresas podem ser menores daqui para a frente.
  • Analistas financeiros: Uma IA pode identificar tendências de mercado de forma mais automatizada e rápida, oferecendo consultoria para que investidores melhorem suas carteiras de investimentos. Isso pode afetar empregos de traders, desde corretores a bancos de investimentos.
  • Advogados: O setor de advocacia também será afetado pela inteligência artificial. Isso porque uma IA pode analisar uma grande quantidade de arquivos processuais, sintetizar o conteúdo e oferecer aconselhamento jurídico para um cliente.
  • Contadores: Nos últimos anos, a contabilidade online já é uma realidade. Com a IA, ela se tornará cada vez mais automatizada e sem a necessidade de intermediação de um contador.
  • Professores: Sempre haverá a necessidade de uma conexão humana no processo educacional. Porém, o ChatGPT também estará mais presente na sala de aula, diante do seu trabalho de pesquisa e sintetização de conteúdo.
  • Analistas de mercado: Uma IA pode coletar dados, identificar tendências e, em seguida, prever resultados. Este trabalho pode ajudar a criar uma campanha de marketing ou decidir onde fazer investimentos em publicidade.
  • Atendimento ao cliente: Hoje em dia, é comum ligar ou conversar por chat com sistemas automatizados de atendimento ao cliente. Essa tendência deve aumentar ainda mais, com o ChatGPT.
  • Designers gráficos: Uma ferramenta IA também tem potencial de mudar a indústria de design gráfico. Por mais que o ChatGPT seja focado (por enquanto) em texto, já existem ferramentas como DALL-E, que pode gerar imagens artísticas em segundos.

Vale ressaltar que o ChatGPT ainda não é uma tecnologia 100% confiável. Existem relatos de usuários de que a IA ainda gera textos com informações incorretas, códigos de programação com bugs, além de cometer erros de matemática básica.

O uso da inteligência artificial também não significa necessariamente que as profissões listadas vão simplesmente desaparecer. Esses profissionais contam ainda com criatividade, experiências e habilidades que não podem ser totalmente replicadas por uma IA.

Na prática, é provável que as empresas passem a contar com equipes menores, relegando à IA aquelas tarefas que podem ser automatizadas ou que demandam muito tempo dos profissionais.

Hemerson Brandão

Hemerson Brandão

Hemerson é editor e repórter, escrevendo sobre espaço, tecnologia e, às vezes, sobre outros temas da cultura nerd. Grande entusiasta da astronomia, também é interessado em exploração espacial e fã de Star Trek.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas