A entrega dos Oscars desse ano veio acompanhada de polêmica: o grande vencedor da noite foi Birdman, uma crítica à essência do cinema de super-heróis e blockbusters, o que fez muitos começarem a questionar Hollywood. A indústria está se focando demais em remakes, sequências e franquias em vez de filmes originais? O gráfico abaixo explica isso.

O site Pixable criou esse gráfico genial para explicar o fenômeno que se abateu sobre Hollywood: uma falta de originalidade brutal. À direita, as barras horizontais mostram o número de filmes originais (que não são baseados em nenhum filme anterior nem são parte de uma saga/franquia) que conseguiram ficar entre as dez maiores bilheterias nos EUA. À esquerda, nos círculos, os remakes, sequências ou partes de franquias que estrearam por ano e que também estiveram entre as dez maiores bilheterias.

A tendência é evidente: desde 1975 até hoje, vem caindo o número de filmes originais que conseguem chegar às dez melhores bilheterias, enquanto aumentou significativamente a quantidade de remakes, sequências e franquias. Um exemplo: em 2014, houve apenas um filme original que chegou ao top 10, Interestelar. Em outras palavras: Hollywood encontrou um filão e (pelo menos por enquanto) não parece que vai abandoná-lo. [Pixable]

grafico hollywood