Adoramos o Chromecast, mas sabemos que ele tem limitações. Embora mais e mais serviços estejam adicionando suporte ao dispositivo, o sonho de todos nós é poder transmitir qualquer coisa. E tínhamos apps de terceiros que permitiam a realização desse sonho, pelo menos até o Google colocar um ponto final nessa história.

De acordo com Koushik Dutta, desenvolvedor do AllCast, a última atualização de firmware do Chromecast não só quebra a funcionalidade que apps de terceiros estavam usando para fazer streaming de conteúdo local e outras coisas, mas faz isso de propósito.

Ele escreveu o seguinte no Google+:

“Atenção. A última atualização do Chromecast quebra intencionalmente o AllCast.

…Como esta não é a primeira vez que eles removem/desabilitam de propósito a habilidade de executar mídia de fontes externas, isso confirma algumas das minhas suspeitas que tenho sobre o programa para desenvolvedores do Chromecast:

A política parece ter uma abordagem bastante seletiva, dentro da qual apenas conteúdo aprovado pode ser executado através do dispositivo. O Chromecast provavelmente não será amigável a desenvolvedores independentes. A equipe do Google TV provavelmente terá uma lista de empresas de mídia liberadas [para usar o Chromecast].”

Em outro post, Dutta explica o que mudou no código do Chromecast e que está derrubando apps de terceiros.

view-source_https___www.gstatic.com_cv_versions_release-d4fa0a24f89ec5ba83f7bf3324282c8d046bf612_receiver1.html_v_release-d4fa0a24f89ec5ba83f7bf3324282c8d046bf612-2

Isso tudo soa mal. Se o Chromecast se estiver recebendo novos parceiros de conteúdo, pode resultar em um dispositivo bastante útil, mas a falta de abertura ainda é problemática.

Se o Google manter o Chromecast com rédeas curtas, ele provavelmente ainda será uma boa pedida, mas muito potencial será desperdiçado.