O modo privado ou incógnito do seu navegador pode ser bem útil por várias razões, mas você deve sempre saber o que ele de fato esconde e o que não esconde. Aqui explicaremos o que acontece quando você abre uma janela privativa.

Primeiro, estes são todos os dados que não são salvos: buscas, páginas visitadas e cookies não vão aparecer no seu computador usado depois que você fechar todas as abas privadas. Até onde o seu navegador sabe, você nem online estava – bem, mais ou menos.

Downloads e páginas favoritadas serão salvas, então fique esperto com os arquivos que você deixar no desktop ou qualquer outro lugar que podem dizer o que você fez online. Estamos levando em consideração que você não favoritaria nenhuma página no modo privado, mas vai saber…

O seu provedor e empregador ainda podem te reconhecer

Mesmo que você esteja no modo privado, você ainda está trocando informações entre o seu computador e a internet. Assim, o seu provedor de acesso à internet não vai deixar de te ver só porque você abriu uma aba incógnita. Roteadores e servidores remotos não são facilmente afetados pelo modo em que se encontra o seu navegador. Resumindo, você ainda é rastreado pelas pessoas que operam os servidores de pontos de acesso.

E daí? Bem, caso você esteja baixando músicas e filmes ilegalmente, por exemplo, o seu provedor pode tecnicamente monitorar essas buscas e determinar de onde elas estão vindo. Você deve apenas usar o modo privado quando você quer que sua navegação seja completamente escondida do seu browser – mas há chances dela ser guardada em algum lugar de alguma maneira.

Seus empregadores também podem te vigiar caso esteja usando equipamento pago por eles. Obviamente cada lugar tem as suas próprias diretrizes de rede, mas é bem provável que elementos do que você está fazendo sejam salgos em algum lugar da empresa.

Sites e apps ainda podem te reconhecer

O modo incógnito ou privado é uma maneira muito útil e rápida de visitar uma página sem estar logado em nenhuma conta. Entretanto, caso logue no Facebook, Amazon, ou qualquer outro site, eles obviamente vão saber – o modo privado não vai disfarçar suas credenciais, afinal.

Seu navegador não vai saber que você passou cinco horas vendo porcaria na Amazon, mas a Amazon vai – e da próxima vez que você abrir o site é bem possível que as propagandas da página sejam relacionadas a essas buscas escondidas. É algo para ter em mente caso tenha uma conta compartilhada com outras pessoas.

E além do navegado, temos também aplicativos que funcionam na sua máquina: keyloggers, ferramentas de segurança e outros softwares de vigilância provavelmente não vão se importar que você ativou o modo privado. De novo, isso pode deixar traços das suas atividades. Não é um grande risco para a maioria das pessoas, mas certamente é outra coisa a se considerar.

E essa potencial brecha também se entende as extensões do navegador. Enquanto vários vão honrar as regras do modo privado, um estudo de 2015 descobriu que algumas extensões do Firefox não cumpriam. O Google Chrome desativa as extensões no modo privado, mas ainda é possível que add-on estejam funcionando no background ou em abas normais.

O modo privado é uma ferramenta muito útil na maioria dos navegador – apenas tenha certeza de suas limitações antes de ativá-lo.

Imagem de topo: Flickr