Quando eu uso a Wikipedia, gasto horas e horas me perdendo no poço sem fundo de fatos aleatórios. Aparentemente, sou uma minoria. Se você for ver as páginas mais populares da plataforma neste ano, provavelmente vai encontrar artigos discutindo política, pandemia e uma ou outra coisinha.

Ed Erhart, da Fundação Wikimedia, escreveu um post na última segunda-feira (28) revelando quais foram as 25 páginas da Wikipedia em inglês que mais ganharam atenção ao longo de 2020. Na lista, sete dos artigos eram relacionados de alguma forma à pandemia da COVID-19.

Ao todo, diz Erhart, essas páginas mais lidas (com títulos em inglês como “Coronavírus” e “Doença do coronavírus em 2019“) tiveram 225 milhões de visualizações. Inclusive, o artigo mais lido do ano, na lista de Erhart, foi esta página (“Pandemia da COVID-19”, em inglês) que angariou 83 milhões de visualizações sozinha. Naturalmente, as pessoas procuraram o paralelo histórico óbvio — o que fez com que a página da Gripe Espanhola ficasse em 11º lugar.

A segunda mais lida? De Donald Trump, que conquistou 55,5 milhões de visualizações. As páginas de Kamala Harris e Joe Biden seguiram em quarto e quinto, logo após a página de lista de mortes de 2020. As mortes, inclusive, apareceram em boa parte das listas de 2020; além dos falecimentos decorrentes da pandemia, Kobe Bryant, Chadwick Boseman e Sushant Singh Rajput, que morreram respectivamente de acidente de avião, câncer de cólon e suicídio, também aparecem no top 25.

“Esse é meu sexto ano compartilhando a lista dos artigos mais populares da Wikipedia. E, assim como tudo nesse ano, esta lista foi bem diferente.”, escreveu Erhart. Essas listas historicamente são um reflexo de como o público da Wikipedia adora ler sobre filmes, música e tudo sobre adjacentes da cultura pop. Em 2019, o primeiro lugar foi para “Vingadores: Ultimato”, e o sétimo para “Coringa”. Billie Eillish conquistou a posição entre os melhores, assim como duas páginas dedicadas a “Game of Thrones” (uma para a série como um todo e outra só sobre a oitava temporada). Padrões semelhantes se repetiram em 2018 e 2017.

Apesar de a cultura pop não ter sumido da lista de 2020, certamente ela ganhou menos atenção. Billie Eilish, por exemplo, caiu de nono lugar para 32º. Faz sentido em um ano que adiou tantos shows e fechou incontáveis lugares. Pessoalmente, ver essa decadência lenta tornou muito mais difícil abraçar a quantidade limitada de álbuns e filmes que saíram esse ano. “Parasita”, o filme de Boong Joon-Ho, foi a única página de cultura pop que conseguiu visualizações o suficiente para entrar na lista — e é um filme que chegou nos cinemas em maio do ano passado.

A Wikipedia não é apenas um lugar no qual você pode ler resumos completos de “Keeping Up With The Kardashians” ou aprender sobre os “motins dos chapeus de palha de 1922“; é um lugar que também promete, em alguma medida, fatos objetivos. Em um ano que leitores foram bombardeados com confusão e desinformação o tempo todo e que plataformas como Facebook fizeram tentativas moles para limitar qualquer lixo, a Wikipedia teve uma postura transparente para lidar com conteúdo relacionado a eleições e isso soou como um respiro. Acredito que mais gente também viu assim.

Veja a lista completa (com o nome original dos artigos, em inglês) abaixo:

  1. COVID-19 pandemic, 83.040.504
  2. Donald Trump, 55.472.791
  3. Deaths in 2020, 42.262.147
  4. Kamala Harris, 38.319.706
  5. Joe Biden, 34.281.120
  6. Coronavirus, 32.957.565
  7. Kobe Bryant, 32.863.656
  8. COVID-19 pandemic by country and territory, 28.575.982
  9. 2020 United States presidential election, 24.313.110
  10. Elizabeth II, 24.147.675
  11. Spanish flu, 22.239.766
  12. Elon Musk, 21.459.625
  13. 2016 United States presidential election, 21.240.023
  14. Michael Jordan, 20.745.473
  15. Coronavirus disease 2019, 20.492.847
  16. COVID-19 pandemic in the United States, 19.266.908
  17. Sushant Singh Rajput, 18.631.858
  18. COVID-19 pandemic in India, 18.598.599
  19. QAnon, 18.070.938
  20. Parasite (2019 film), 17.539.085
  21. Chadwick Boseman, 17.060.572
  22. United States, 16.959.947
  23. YouTube, 15.044.125
  24. United States Electoral College, 14.819.264
  25. Princess Margaret, Countess of Snowdon, 14.763.684