A segunda temporada de Locke & Key chega na Netflix nesta sexta-feira (22), e parece que foi há 84 anos o lançamento da primeira temporada – sendo que foi em fevereiro de 2020.

Fizemos um guia sobre a série, quem é quem e o que aconteceu na primeira parte (inclui spoilers!).

Sobre o que é Locke & Key?

Locke & Key
Imagem: Christos Kalohoridis/Netflix

É uma adaptação live-action dos quadrinhos escritos por Joe Hill e Gabriel Rodríguez e – assim como Y: O Último Homem – demorou anos para chegar à TV.

Como toda adaptação entre mídias, o programa e as HQs tem suas diferenças. O show começa com um homem colocando uma chave em seu peito que o incendeia, e outro personagem sendo assassinado. A primeira morte é explicada até o final na temporada. A segunda acontece com Rendell Locke, pais dos protagonistas.

Com a morte do patriarca, a esposa (Nina Locke) decide se mudar com os filhos – Tyler, Kinsey e Bode – para o outro lado do país para que possam viver na Keyhouse, a casa em que Rendell viveu na infância, na cidade fictícia de Matheson, Massachusetts (nos quadrinhos a cidade era chamada de Lovecraft).

No novo lar, os irmãos descobrem uma série de chaves misteriosas em toda a casa que podem ser usadas para abrir várias portas de maneira mágica.

Cada uma tem um poder diferente como a Chave de Qualquer Lugar (que permite viajar para qualquer lugar); a Chave da Cabeça (permite que a pessoa abra a cabeça no sentido literal, adicionando ou removendo emoções, memórias e conhecimentos), Chave da Identidade (permite assumir a aparência de outra pessoa) e a Chave Fantasma (que separa o espírito do corpo, caso o personagem passe por uma determinada porta da casa).

As outras chaves tem diversos poderes, garantem a entrada em uma dimensão de espelho retorcido, consertam coisas que estão quebradas, desbloqueiam memórias ocultas, trazem os  mortos de volta a vida (em parte) e permitem que o usuário controle os movimentos de outra pessoa.

Os filhos de Locke se divertem experimentando as chaves por um tempo, embora muitas de suas experiências logo se tornam aterrorizantes. Até que encontram a chave mais importante: a Ômega, que abre a Porta Negra, que permite que os demônios passem para o mundo humano. Mas a medida que a história começa, há um demônio que já está no mundo humano e ele está em busca destas chaves.

Quem são os personagens de Locke & Key ?

Locke & Key
Nina procurando pistas. Imagem: Christos Kalohoridis/Netflix

Nina Locke (Darby Stanchfield): Mãe de Tyler, Kinsey e Bode, ela se muda com a família de Seattle para Matheson para que eles possam viver na Keyhouse. Uma artista, restauradora e alcoólatra em recuperação, ela apoia seus filhos mesmo que (como todos os outros adultos) não consiga entender as dificuldades mágicas em que eles se encontram. Nina gasta muito do tempo se envolvendo com a tragédia do passado. Perto do final da temporada, ela começa a falar com o detetive Matuku (Martin Roach).

Tyler Locke (Connor Jessup): O irmão mais velho, Tyler prefere viver em sua zona de conforto – ele é popular, joga hóquei e tem um relacionamento inicial com a colega de classe Jackie (Genevieve Kang). Mas, como todos os Lockes, ele ainda está tendo dificuldades para lidar com o luto pela morte violenta de seu pai (Tyler se sente extremamente culpado, já que o assassino de seu pai era um colega da escola), e ele sente a obrigação de proteger a família.

Kinsey Locke (Emilia Locke): A filha do meio é uma aspirante a artista e a mais “estranha”, ela se torna amiga do “Esquadrão Savini”, um grupo de colegas obcecados por filmes de terror liderados por Scot Cavendish. Na primeira temporada ela enterra seus medos, literalmente, quando Kinsey entra em sua mente usando a Chave da Cabeça e enterra uma criatura parecida com ela – que representa seus pavores.

Bode Locke (Jackson Robert Scott): O mais jovem é um garoto curioso e precoce cujas explorações ao redor de Keyhouse e seus terrenos o levaram a descobrir várias das chaves, bem como tropeçar no esconderijo de Dodge dentro do poço abandonado de Keyhouse. Ele faz amizade com o filho de Ellie, Rufus (Coby Bird), mas não vemos muito de Bode fora de suas aventuras em Keyhouse.

Rendell Locke (Bill Hecke) e Duncan Locke (Aaron Ashmore): Rendell morre antes do início da história, mas conhecemos um pouco sobre ele em flashbacks; era um marido e pai amável e amoroso, cuja única falha parece ser manter o silêncio sobre uma história muito sombria. Seu irmão mais novo, Duncan – que mora nas proximidades de Boston e ajuda sua cunhada e seus filhos a se estabelecerem em Matheson – não consegue se lembrar do que aconteceu em suas infâncias ou qualquer coisa sobre as chaves, graças a uma espécie de amnésia induzida. E como ele é um adulto, Duncan é incapaz de compreender a existência da magia quando visita Keyhouse nos dias atuais.

Locke & Key
Dodge (Laysla De Oliveira) sempre tramando algo ruim. Imagem: Christos Kalohoridis/Netflix

 

Dodge (Laysla De Oliveira como a “boa dama”, Felix Mallard como “Lucas”, Griffin Gluck como “Gabe”): Uma demônia faminta por poder e almeja todas as chaves de Locke e nada vai pará-la. Descobrimos na primeira temporada que Dodge manipulou o adolescente problemático Sam Lesser (Thomas Mitchell Barnet) para matar Rendell; eles usam a Chave Qualquer Lugar para abrir a porta de uma plataforma de metrô, apenas para que possam empurrar uma criança na frente de um trem que passa, só um exemplo de sua ruindade. Dodge, que eventualmente rouba quase todas as chaves e a sinistra Coroa das Sombras, assumem várias formas humanas – incluindo a de uma linda mulher. Fato curioso que a atriz é canadense de ascendência brasileira.

Scot Cavendish (Petrice Jones): O chefe do “Esquadrão Savini” faz amizade com Kinsey quando ela chega pela primeira vez em Matheson. Kinsey se junta ao elenco de The Splattering – a criatura de Scott sobre um monstro lagosta local – e eles têm um breve romance até que seu comportamento imprudente o faz se afastar. Depois disso, Kinsey começa a namorar outro membro do clube de cinema, Gabe, que diz todas as coisas certas para conquistá-la … porque está possuído por Dodge. Apesar disso, Kinsey e Scot ainda são amigos.

Locke & Key
Scot e Eden se tornando amigos. Foto: Christos Kalohoridis / Netflix

Ellie Whedon (Sherri Saum): Uma amiga de colégio de Rendell e uma das poucas pessoas que conhece a verdadeira história da tragédia, Ellie inicialmente faz amizade com Nina quando ela chega na cidade. Eles têm um desentendimento após Nina acusar Ellie de estar envolvido no assassinato do professor Joe Ridgway (Steven Williams) – sendo que foi Dodge. Embora Ellie seja geralmente uma boa pessoa, os segredos que ela guarda (especialmente sobre o misterioso retorno de seu amor do colégio, Lucas … que na verdade é Dodge disfarçado) acabam selando seu destino no final da primeira temporada.

Eden Hawkins (Hallea Jones): estudante da Matheson Academy e inimiga da Kinsley, é a “Menina Malvada”. Ela é atingida por uma bala demoníaca no final da temporada, provavelmente na segunda parte a veremos mais maligna de uma forma sobrenatural.

O que aconteceu no final da primeira temporada de Locke & Key?

Locke & Key
Foto: Christos Kalohoridis / Netflix

Com a ajuda de Ellie, Dodge consegue colocar as mãos na Coroa das Sombras – que, quando usada em conjunto com uma chave especial, permite ao usuário ecovar criaturas sombrias poderosas. Dodge, naturalmente, os usa para aterrorizar as crianças para tentar obter a Chave Ômega. Os Lockes conseguem nocautear Dodge, então convocam seus amigos Jackie, Scot, Eden e Gabe para ajudar a carregar o corpo do demônio para a Porta Ômega, assumindo que se eles jogassem Dodge de volta em qualquer reino sobrenatural, seus problemas acabariam.

Mas há um arco maior no plano de Dodge do que qualquer um, incluindo o público, percebeu – e a série faz um retrocesso e uma mudança de ponto de vista para preencher as lacunas. Mas primeiro, também temos a história completa do que aconteceu com Rendell e seus amigos: quando eram adolescentes, eles abriram a Porta Ômega, e três deles foram atingidos por balas demoníacas que passaram por esse portal. Eles ficaram possuídos. Dodge era o apelido de Lucas, de onde ela surgiu. As coisas ficaram violentas; os três adolescentes possuídos foram mortos e os sobreviventes juraram proteger as chaves.

Nos dias atuais, aprendemos que Ellie usou a Chave do Eco para trazer Lucas de volta – embora preso por um tempo no poço da casa – trazendo assim Dodge para o mundo humano, um ato que provocou a manipulação do assassinato de Sam e Rendell , e tudo o que se seguiu. (O motivo pelo qual Dodge parece uma mulher bonita na maioria das vezes é porque, como vimos, o demônio fará ou dirá quase qualquer coisa para conseguir o que deseja.) Aprendemos que Gabe é Dodge usando a Chave da Identidade. Aprendemos que Eden foi atingido por uma dessas balas. E descobrimos que o “Dodge” que as crianças empurraram para fora da Porta Omega era na verdade Ellie.

Assine a newsletter do Gizmodo

Por que você deveria assistir a segunda temporada de Locke & Key ?

Locke & Key
Além de ser um demônio, Gabe também está interpretando um monstro caranguejo em The Splattering. Foto: Amanda Matlovich / Netflix

Lindamente filmado, representado e tramado, Locke & Key conta uma história atraente que atravessa a linha entre o terror e a fantasia com personagens com os quais você realmente começa a se importar muito. As apostas são altas o suficiente para causar perigo real,  mDodge não hesita em matar qualquer um que fique em seu caminho – e a primeira temporada foi satisfatória, mesmo com os fios soltos pendurados no caso de uma continuação, que felizmente foi confirmada e haverá uma terceira temporada.

Com os quadrinhos de Joe Hill e Gabriel Rodríguez disponíveis para inspiração, e a talentosa equipe de roteiristas do programa moldando as coisas, há muito espaço para Locke & Key expandir sua história e mitologia enquanto permanece fiel às vibrações de contos de fadas sombrios que tornaram sua primeira temporada tão consistentemente e divertida.

A segunda temporada de Locke & Key chega em 22 de outubro na Netflix.