Objetos pessoais de Jeffrey Dahmer estão à venda após série estourar na Netflix

Entre os pertences de Jeffrey Dahmer que estão sendo vendidos na internet pelo Cult Collectibles estão óculos, bíblia, cartas, talheres, fotos antigas, entre outros. Confira o preço
Jeffrey Dahmer
Imagem: Divulgação/Netflix

Não é novidade para ninguém que a série “Dahmer: Um Canibal Americano” se tornou um verdadeiro fenômeno da Netflix. A produção, dirigida por Ryan Murphy e protagonizada por Evan Peters, conta a história de Jeffrey Dahmer, um serial killer que matou 17 pessoas nos EUA entre 1978 e 1991.

whatsapp invite banner

Segundo a própria Netflix, “Dahmer: Um Canibal Americano” conquistou o primeiro lugar da lista de séries em língua inglesa, com 196,2 milhões de horas assistidas, e além disso, a minissérie ficou no Top 10 de 92 países. O sucesso é tão grande, que parte dos pertences do serial killer serão vendidos na internet como óculos, bíblia que ele usou na prisão, cartas, fotos antigas, entre outros.

Segundo o TMZ, Taylor James, responsável por administrar a Cult Collectibles, em Vancouver, no Canadá, é o atual dono dos objetos. Ele disse ao site norte-americano que está disposto a se desfazer dos óculos da prisão do serial killer por US $ 150 mil, cerca de R$ 812 mil na conversão atual.

Taylor contou que adquiriu a peça junto a outros itens de recordação do assassino, após ser contatado por uma ex-governanta do pai de Jeffrey, Lionel. Desde então, o colecionador concordou em gerenciar e vender o acervo por meio de site em troca de parte do lucro.

A Cult Collectibles vende um monte de itens da coleção “The Jeffrey Dahmer Collection online, incluindo os talheres do apartamento do assassino (lembrando que ele era canibal), bíblia, fotos originais de família, e até a urna de Dahmer, vendida a 250 mil dólares (R$ 1.353 milhão, na cotação atual), o item mais caro da coleção.

Os itens à venda ainda incluem papeladas, como comprovante de depósitos do banco, documentos da prisão, relatórios de psicólogos, cartões assinados por Jeffrey Dahmer, além de muitas cartas. Os óculos da prisão não estão no site, mas os interessados ​​podem entrar em contato diretamente com Taylor.

Em um vídeo publicado no canal do youtuber Jake Webber, Taylor comentou a raridade da peça. “Essa é, provavelmente, a mais rara e cara, talvez a coisa mais única que o Cult Collectibles vai ter. Não consigo pensar em nada que seja mais instantaneamente reconhecido. Eles estavam na cela, quando ele foi morto na prisão”, descreveu o dono da peça.

Os óculos de grau continuam na capa de couro original da época dos crimes e foram usados por Dahmer durante seu tempo na prisão. Vale lembrar que o serial killer de Milwaukee foi sentenciado à prisão perpétua em 1992. Ele foi espancado até a morte por um colega de prisão em 1994.

https://www.youtube.com/watch?v=-4V6Vwjfqf8

A série

Dividida em dez episódios, a produção da Netflix explora a maneira como o personagem conseguiu escapar das sentenças de prisão da época, as mortes que ele cometia e a atuação falha da polícia de Wisconsin, nos Estados Unidos.

Segundo a sinopse oficial, “entre 1978 e 1991, Jeffrey Dahmer tirou a vida de dezessete vítimas inocentes de forma brutal. “Dahmer: Um Canibal Americano” é uma série que expõe esses crimes inescrupulosos e como o desprezo por grupos minoritários, o racismo estrutural e as falhas institucionais permitiram que um dos mais infames assassinos em série da história dos Estados Unidos continuasse agindo às claras por mais de uma década”.

Criada por Ryan Murphy, conhecido por produções como “Glee” (2009) e “American Horror Story” (2011), a série produzida pela Netflix é protagonizada pelo ator Evan Peters. A minissérie se propõe a contar os crimes de Dahmer através da perspectiva das vítimas do assassino. Para isso, conta com Niecy Nash, Penelope Ann Miller, Shaun J. Brown, Colin Ford e Richard Jenkins em seu elenco. A produção possui classificação indicativa para maiores de 18 anos.

Veja o trailer:

https://www.youtube.com/watch?v=2WtL_C3aHeM&t=34s

Rayane Moura

Rayane Moura

Rayane Moura, 26 anos, jornalista que escreve sobre cultura e temas relacionados. Fã da Marvel, já passou pela KondZilla, além de ter textos publicados em vários veículos, como Folha de São Paulo, UOL, Revista AzMina, Ponte Jornalismo, entre outros. Gosta também de falar sobre questões sociais, e dar voz para aqueles que não tem

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas