Um dos temas que dominou a internet no ano passado foi o projeto de um ônibus elevado que ocupa várias faixas na China. A ideia prometia ser uma das alternativas do futuro para os grandes congestionamentos, e em todo lugar que você estivesse você via publicações sobre a invenção. Agora, o ônibus elevado parece ir de mal a pior, e uma investigação do governo chinês sobre uma possível arrecadação ilícita de dinheiro é o mais novo episódio a causar um baque no projeto.

• Há algo de suspeito no ônibus elevado da China que ocupa várias faixas
• EUA consideram investimento chinês em inteligência artificial uma ameaça à segurança nacional

Segundo o Quartz, a polícia de Beijing está investigando a possibilidade de que a empresa responsável pelo ônibus elevado tenha levantado dinheiro online de forma ilegal. O site diz que Bai Zhiming, CEO da TEB Technology Development, empresa que comprou a patente do ônibus elevado, estaria no grupo de 30 pessoas presas por envolvimento no suposto esquema.

Esse novo baque para o projeto vem dias depois de Zhiming dizer à imprensa chinesa que transferiria o projeto do ônibus elevado para outra cidade. Além disso, na semana passada o governo chinês anunciou que removeria a faixa de 300 metros em que o ônibus supostamente funcionaria no fim do mês.

A China começou a testar o ônibus elevado, que permite aos carros passar por baixo dele, no ano passado. Inicialmente, parecia uma ideia revolucionária, mas sua execução desde então tem sido bem questionável. Olhando de perto, o site Car News China mostrou logo no início dos testes alguns problemas, como a construção apressada da estação, finalizada em dois meses, tinta da estação descascando e o uso de um ar-condicionado residencial dentro do ônibus.

Em dezembro do ano passado, a CNN esteve no local de testes do ônibus elevado, em Qinhuangdao, e constatou que ele estava causando justamente o problema que viria para solucionar: tráfego pesado, com os carros que viajavam nas duas vias tendo que se espreitar para evitar as faixas de testes.

O ônibus elevado parece fadado ao fracasso. Se antes imaginávamos que isso aconteceria por causa do design excêntrico, o desenvolvimento do projeto mostrou que havia outros problemas ainda mais básicos na base das dificuldades enfrentadas pela TEB Technology Development.

[Quartz, The Verge]