A Polícia Federal cumpriu na terça-feira (15) 11 mandados de busca e apreensão virtual e nove de busca e apreensão física como parte da chamada Operação Copyright, que visa combater o download ilegal de conteúdos protegidos por direitos autorais. Ninguém foi preso, mas alguns sites brasileiros de compartilhamento por torrent saíram do ar.

• Os vacilos que levaram o operador do maior site de pirataria do mundo a ser preso
• Séries exclusivas de plataformas de streaming estão fazendo a pirataria aumentar, diz estudo

Segundo o G1, os mandados foram cumpridos nas cidades de Sorocaba (SP), Bauru (SP), Santa Teresa (ES), Curitiba (PR), Nova Iguaçu (RJ), Niterói (RJ) e São Simão (GO). A operação contou com cooperação jurídica internacional. De acordo com o Jornal Nacional, foram apreendidos computadores, celulares e DVDs com séries, filmes e jogos pirateados. Os suspeitos vão prestar depoimento e podem ser acusados por violação de direito autoral, associação criminosa e organização criminosa.

O G1 não fala o nome do site, mas, de acordo com informações de usuários do Reddit, a operação teve como alvo a operação do site Speed-Share. Ele tinha, segundo o site de notícias da Globo, nove milhões de acessos por ano, com mais de 70 mil usuários ativos e 140 mil usuários cadastrados.

Os usuários do Reddit também observaram que outros sites brasileiros do tipo também saíram do ar — não se sabe se por precaução ou se também foram alvo dos mandados da PF.

[G1, JN]