Eu uso o Gmail há quase dez anos, mas nos últimos meses me sinto cada vez mais tentado a migrar para a concorrência. O Outlook.com é ótimo e até se integra ao Gchat; e o Yahoo Mail ganhou uma cara nova e recuperou as abas na interface. Mas algo sempre me faz falta: os filtros avançados para organizar meu e-mail automaticamente.

Bem, o Outlook.com está prestes a ganhar filtros talvez ainda mais avançados que o Gmail. E esta é apenas uma de três novidades que estão me tentando a mudar de webmail.

Hoje, ao criar filtros no Outlook.com, você é obrigado a escolher só uma condição – endereço ou assunto, não ambos – e só uma ação por vez (adicionar categoria ou sinalizar, não ambos). Funciona assim:

outlook regras

Mas “nas próximas semanas”, segundo a Microsoft, as regras de e-mail ficarão assim:

Advanced-Rules-body

Isso permite criar filtros mais complexos, como “se um e-mail não lido chegou há mais de 3 dias e vier dos seus contatos, marque-o como importante e sinalize-o”. Dessa forma, se você não viu o e-mail de alguém importante (=que está nos seus contatos), ele sobe para o topo na caixa de entrada.

As outras duas novidades na verdade só aproximam o Outlook.com do Gmail. O serviço ganha um pequeno ícone de “desfazer”, junto ao comando Ctrl+Z, para reverter uma ação. No Gmail, é possível pressionar “z” para desfazer qualquer ação, mas você precisa ativar os atalhos de teclado no Labs.

Undo-body

E ao responder e-mails, o Outlook.com não mais levará você para outra interface: o campo de resposta surgirá acima da mensagem, permitindo acesso imediato a outros e-mails e pastas. Nisso, talvez o Gmail ainda saia na frente, com uma janela Compor que fica por cima da interface – mas é um avanço.

In-line-reply-body

Também há algumas pequenas novidades no chat, que por si só não me fariam mudar de webmail. Agora você pode procurar contatos separados por serviço (como Skype, Facebook e Google); ver no canto inferior esquerdo quem está disponível; e alternar entre serviços com um mesmo contato – começar um bate-papo através do Skype e terminar usando o Facebook, por exemplo.

Como dissemos, todas essas novidades serão distribuídas aos usuários “nas próximas semanas”, então você terá que esperar um pouco até avaliar se vale a pena migrar. Bem, no mínimo, o Outlook pode ser seu backup para quando o Gmail sair do ar – basta seguir este guia. [Outlook Blog via WinBeta]