Tecnologia

Para antecipar falha, SpaceX vai derrubar 100 satélites Starlink

Processo de desativação dos objetos deve começar em breve, mas vai durar alguns meses até ser completamente concluído

A SpaceX planeja tirar cerca de 100 satélites de internet Starlink de órbita em breve. Em comunicado, a empresa admitiu que estes modelos podem apresentar falha no futuro. A desativação dos dispositivos, assim, acontece para “manter o espaço seguro”, além de proteger satélites em órbita, astronautas e pessoas na Terra.

Com “tirar de órbita” a SpaceX quer dizer literalmente derrubá-los, mas de forma controlada, levando em consideração todos os procedimentos necessários para manter a segurança de áreas habitadas do planeta.

Lixo espacial virou problema

A empresa está tentando lidar com um problema bastante incômodo quando se trata de realizar lançamentos na órbita da Terra: o lixo espacial. Portanto, destruir os objetos que podem ter mau funcionamento no futuro de forma voluntária tem sendo visto com bons olhos.

Para evitar problema, a empresa vai desativar os modelos mais antigos enquanto eles ainda funcionam bem — e podem ser manobrados remotamente pelos técnicos.

O processo para desativação dos satélites deve começar dentro das próximas semanas, e deve durar pelo menos seis meses para ser completamente finalizado. Isso porque o processo deve ser realizado em algumas fases, para evitar colisão com outros objetos.

A empresa já lançou mais de 6 mil satélites de baixa órbita, e já precisou desativar mais de 400. Destes, segundo informações da própria SpaceX, 17 não são mais manobráveis, mas são monitorados mesmo assim para evitar problemas durante a “descida”.

Os satélites de baixa órbita Starlink tem como principal objetivo oferecer serviço de internet em locais remotos ou com baixa cobertura de empresas que utilizam métodos mais tradicionais para prover conexão. Mais recentemente, a empresa atual estabelecendo redes de conexão na Ucrânia e também na Faixa de Gaza, para auxiliar o trabalho de organizações que oferecem ajuda humanitária para moradores de zonas de conflito.

Vinicius Marques

Vinicius Marques

É jornalista, vive em São Paulo e escreve sobre tecnologia e games. É grande fã de cultura pop e profundamente apaixonado por cinema.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas