Os Nanoblocos da Fuuvi são uma versão menor do Lego que parece fazer algum sucesso no Japão. E embora não seja a primeira vez que vemos um flerte entre blocos de montar e câmeras, este é a primeira máquina fotográfica oficial de Nanoblocos que pode ser completamente personalizada com outros jogos de pecinhas.

Se você não pode bancar uma DSLR da Canon ou Nikon, ou tem o sonho de fotografar com uma enorme Hasselblad, agora pode meio que realizá-lo desde que tenha peças suficientes à disposição.

É preciso aprender a ser feliz com uma resolução baixa (2 MP) e, claro, esqueça uma tela LCD para ver as fotos; um viewfinder improvisado é a única ferramenta de que você dispõe para compor suas fotos aqui. Ele também faz vídeo, mas com uma qualidade bem ruim, motivo pelo qual a Fuuvi cobra só US$ 55 pela câmera — um valor que a deixa na fronteira entre um brinquedo caro e um gadget terrível. [Fuuvi via Cnet]