O setor de cuidados com a pele é uma indústria de US$ 148 milhões, e você pode acreditar que eu me estresso com hidratação enquanto eu me arrasto até o seco deserto de Nevada para a CES todo ano. Explorar a tecnologia de cuidados com a pele na feira todos os anos se tornou um hobby não tão secreto meu e, nessa área, é a L’Oreal que geralmente traz os produtos. Este ano não é exceção, com a empresa de beleza francesa anunciando o Perso – um gadget com inteligência artificial que fornece base, batom e hidratante personalizados.

Inicialmente, o Perso deveria ser focado na pele. A maneira como o dispositivo alega trabalhar é tirar uma foto sua em um aplicativo complementar. O app usa inteligência artificial para analisar a condição geral da sua pele a partir da foto, em combinação com dados ambientais locais, como índice de UV, umidade, temperatura e clima.

Depois disso, o usuário pode dizer ao aplicativo o que o incomoda (por exemplo, meus poros são enormes ou por que meu rosto está mais seco que o deserto do Saara?). Depois de tudo feito, a L’Oreal diz que o Perso pode liberar uma “dose única e perfeitamente repartida na parte superior do dispositivo”. Cada dispositivo também possui três cartuchos: um para cores, um que contém serums ativos e outro que contém um antioxidante hidratante/antipoluição.

Como alguém que odeia tentar descobrir qual combinação de produtos para a pele usar e em que quantidade, isso soa como a resposta para muitas orações. A L’Oreal também diz que a plataforma de IA do Perso deve ser capaz de monitorar sua pele ao longo do tempo, diminuindo a frustração do processo de tentativa e erro.

O Perso também parece interessante da perspectiva de hardware. Conversei com Guive Balooch, chefe da Incubadora de Tecnologia da L’Oreal, por telefone antes da CES e ele me disse que a empresa “passou muito tempo fabricando os motores dentro do dispensador Perso”. Os motores supostamente movem e comprimem as fórmulas armazenadas em cartuchos para uma bandeja de distribuição em um movimento ascendente, eliminando o desperdício e a necessidade de você bombear. Da mesma forma, os cartuchos necessários para o Perso devem contar com tecnologia NFC para facilitar o processo de recarga automática.

Balooch observou que, embora o Perso esteja principalmente focado em cuidados com a pele no momento, o dispositivo também é capaz de liberar base e batom personalizados.

Para os lábios, o executivo disse que o dispositivo teria três cartuchos de batom líquido, variando de cores claras a escuras. Você pode obter três opções de cores do próprio aplicativo ou consultar recomendações baseadas nas tendências do Instagram. O recurso de realidade aumentada do aplicativo também deve permitir que você veja em tempo real como ele ficaria, ou você também pode fazer a correspondência de cores com base na sua roupa. Um processo semelhante seria usado para a base, embora a L’Oreal não tenha fornecido muitos detalhes nesse caso.

Isso parece muito para um dispositivo que mede 16,5 cm de altura e pesa pouco menos de meio quilo. Quando perguntei a Balooch se isso poderia ser esperado de um único dispositivo, a resposta foi talvez.

No momento, ele diz que você precisará de um Perso para cada função – ou seja, se você deseja cuidados com a pele, batom e base personalizados, precisará de três dispositivos separados. No entanto, o Perso ainda está a um ano da data prevista de lançamento para 2021, por isso é possível que ele mude nos próximos meses, dependendo do feedback.

Quanto ao custo, a L’Oreal ainda não tem um número em mente. No papel, o Perso parece extremamente promissor – e eu terei a chance de ver se ele faz jus ao hype no final desta semana. Dito isto, eu estaria mentindo se dissesse que não jogaria um monte de dinheiro para a L’Oreal apenas para testar a coisa agora.